Cultura / Japão / Outros

Crianças vão e voltam sozinhas as escolas no Japão! Por quê?

Crianças vão e voltam sozinhas as escolas no Japão! Por quê?
Compartilhe nas redes sociais:


O Japão é considerado um dos países mais seguros do mundo, e não à toa. Ele possui baixos índices de assassinatos, roubos, estupros e de outros, exceto pelo alto índice de suicídio, que nem é tão grande assim.

É claro que o Japão não está livre de qualquer ato que vá contra as leis, porém, é certo afirmar que raramente um turista ou morador irá passar constrangimento por lá.

E por conta disso e de outros fatores, as crianças vão e voltam sozinhas da escola aos 6 anos, parece uma idade pequena, mas ao longo deste artigo você verá os benefícios dessa prática.

Qual o Motivo?

Além da segurança que o país oferece, o motivo mais plausível e reconhecido é o de criar responsabilidade nas crianças desde pequenas.

Os pais Japoneses preparam os seus filhos para que se tornem independentes. Eles ensinam o necessário para se viver. E então, eles acreditam que os filhos estarão preparados para viver no mundo por conta própria.

Não pense que os pais japoneses são irresponsáveis ou que são pais desnaturados, já que, no Japão quase todas as crianças possuem este hábito. E claro, que as crianças Japonesas possuem a consciência e independência de que necessitam desde cedo.



crianças2

Quando as crianças entram no ensino fundamental, aos 6/7 anos de idade, elas vão andando para a escola. Isto em pequenos grupos de no máximo 8 crianças. Nenhum pai ou mãe leva-os de carro, faça chuva, sol ou debaixo de neve, todas as crianças vão e voltam andando. Elas são supervisionadas sempre por algum adulto voluntário que fica geralmente nos cruzamentos mais movimentados, auxiliando e orientando as crianças a atravessarem as ruas.

O objetivo dessa tradição é de preparar as crianças a andarem sozinhas nas ruas e a aprenderem as regras de trânsito. Fazendo também, com que os motoristas tomem cuidado e reduzam a velocidade nos horários de entrada e saída da escola.

Dentro da escola, as crianças aprendem a cozinhar, costurar e outras tarefas domésticas, sendo responsáveis também pela limpeza da escola. Cada grupo de alunos sendo responsável por algum setor. Algumas das tarefas: limpar a sala de aula, banheiros, corredores, sala de atividades, cuidam da horta e também dos viveiros de animais.

Quais os benefícios para a cidade e também para o país?

Os benefícios são diversos e importantes para o país. Como já foi dito acima, cria responsabilidade nas crianças, também as tornam adultos melhores, ensinam elas a andar pelas ruas, os cuidados que devem ter sozinhos e muito mais.

escolavoltar

Além disso, também é muito útil e importante para a economia do Japão.

Graças a estas crianças, os metrôs andam praticamente cheios, não é igual ao Brasil onde a qualquer momento está cheio e sem espaço. Claramente que muitos pais Japoneses irão preferir colocar seus filhos em escolas próximas ao seu bairro, mas não são poucas as que estudam muito longe de casa. O metrô ganha muito com isto, sendo assim, terão sempre condições de melhorar a cada dia.

Outra coisa, o trânsito. No Brasil e em outros países, é bastante comum que os pais levem seus filhos de carro, causando grande “tumulto”.

E no Japão, muitos bairros e cidades funcionam como metrópoles, por isso, as crianças irem sozinhas ajudam muito. Sabe por quê? Parece bem lógico, mas vamos dizer mesmo assim. Exemplo, imagine Tokyo, uma cidade populosa e movimentada. Então, seria um grande problema se milhares de carros passassem diariamente lá, iria causar transtorno e frustração em muitos motoristas. E ninguém deseja isto, certo? Ou seja, mais um ponto para a ida das crianças as escolas.

E diferente de muitos países, estas crianças são ensinadas a confiar em qualquer um na rua. Como um lema, “Não importa quem seja, esta pessoa irá me ajudar”.

Quais são os perigos?

Nem tudo são flores. Esta frase também vale para este ato.

crianças

Stalker- Já falamos sobre stalker’s antes, mas se você não sabe, stalker é uma pessoa que persegue outra pessoa, por motivos pessoais ou por complexos. Infelizmente, as crianças não estão livres deste ato. Não achei algum caso concreto, mas é fato que o Japão não está livre desta prática.

O stalker pode ter diversos objetos, como abusos, sequestro, matar a vítima, persegui-la. Às vezes pode ser alguém próximo ou que já foi próximo de você.

Lolicon- Os Lolicons… Para quem não sabe, lolicon é a pessoa que tem complexo ou afeto por personagens de anime (waifu em alguns casos), principalmente pelas conhecidas “lolis” ou até mesmo por crianças de verdade.

Crianças perdidas- Não é difícil de se acontecer, qualquer um pode se perder no meio do caminho, não importando os motivos. Como vimos, as nobres crianças não terão medo de questionar um estranho sobre algo, mas não minta, os pais devem suar frio caso isso aconteça, e você?

Diversos outros perigos podem acontecer como acidentes e qualquer outra coisa, tudo é possível. Não tem como evitar o inevitável.



Recomendamos também: 

Compartilhe nas redes sociais:

4 Comentários

  1. Tem muitos stalkers aqui no japão sim!! E crianças são sequestradas e mortas por esses doentes sim! Mas sem dúvida a segurança aqui é muito maior que em outros países. Para diminuir essa frequência de perseguidores, toda escola tem a patrulha composta de pais que se revesan ao longo do ano letivo e idosos aposentados que fazem uma patrulha constante nos horários de ida e volta da escola!! Amo esse país que adotei para viver e ter meus filhos !!

    Resposta
  2. Gostei

    Resposta
  3. Eu achei esse artigo super exclarecedor.

    Tirou varias duvida que eu tinha.

    Parabéns Leonardo de Paula, eu adorei seu artigo.

    Resposta
    • Olá Elias, fico feliz que tenha gostado do artigo.
      Tentarei trazer cada vez mais artigos como este, então conto com seu apoio!

Comentários do site