Conheça a linha circular de Tokyo Yamanote zen

[ADS] Anúncio

A Linha de trem Yamanote [山手線] em japonês é chamada Yamanote-zen, é uma das mais importantes de Tokyo. Seu nome significa literalmente “linha do lado da montanha”. Ela é uma linha ferroviária circular cerca de 35,9 km, e pertence à companhia JR East no Japão.

Sobre a Linha Yamanote

A linha Yamanote é uma das mais movimentadas linhas de Tóquio, pois ela passa pelos principais centros da cidade (lembrando que Tóquio é uma cidade policêntrica): Marunouchi , Shibuya, Shinjuku e a Estação de Tóquio, Ikebukuro, Akihabara e  Ueno. A Linha Yamanote tem como principal característica ser circular, e seu caminho delineia oficiosamente o centro de Tóquio.

Boa parte das estações que fazem parte da linha Yamanote se conectam com outras linhas de metrô ou trem, vinte e três das trinta estações para ser mais exato. Essas linhas levam para outras áreas de Tóquio ou até para outras cidades. Caso esteja em Tokyo, já sabe qual a melhor maneira de se locomover pelos principais pontos turísticos da cidade.

8 tipos de pessoas que encontramos nos trens do japão

Os trens da linha Yamanote operam a partir de às 04:26 da manhã e vão até 01:18 do dia posterior, os trens chegam a estação de 2 a 4 minutos, sendo a cada 2 minutos no horário de pico.

A espera é muito pouca, então caso veja um trem acabando de sair, não precisa se preocupar que logo outro chega. Fique atento também a outra linha paralela que também costuma fazer uma rota semelhante.

Outra coisa que também pode facilita muito a vida das pessoas que usam a linha Yamanote, é o fato de existirem dois trens circulando em sentidos opostos, ou seja, no sentido horário e anti-horário, parando em todas as estações, assim você não precisará esperar o trem dar uma volta caso passe uma estação.

História da linha Yamanote

A origem dessa linha remete à construção da linha Shinagawa em 1885 entre Akabane e Shinagawa, que passa por áreas com habitantes, e oferece a primeira linha norte-sul atravessando Tóquio.

A parte norte da linha que liga Tabata e Ikebukuro foi construída em 1903 (entre a linha Toshima (豊島線)). Já em 1909, logo após elas terem sido eletrificada, às duas linhas foram unidas para formar assim a linha Yamanote.

Mas até este momento, a volta não tinha sido concluída, foi necessário combinar também com as linhas Keihin-Tōhoku e Chuo, entre as estações de Tóquio e Nakano.

Frases que escutamos nas estações e trens do japão

A volta foi finalmente concluída em 1925, com a abertura do trecho entre as estações de Ueno e Kanda, o que permitiu que houvesse uma ligação norte-sul via a Estação de Tóquio passando pelo centro da cidade.

Em 1971, a estação de Nishi-Nippori também foi conectada à linha. Desde então a linha não foi mais modificada, e a companhia JR East considerou a criação de uma nova estação entre as estações de Tamachi e Shinagawa, distantes de 2,2 km (no maior trecho da linha).

Nostalgia para quem usou a Yamanote Zen

Uma das coisas mais nostálgicas de andar na linha Yamanote são músicas que tocam na chegada de cada estação. Abaixo veja um vídeo com todas essas músicas:

Estações da linha Yamanote

Milhões de pessoas circulam a linha Yamanote diariamente. Os bairros pelos quais essa linha passa estão entre os melhores e mais modernos bairros da cidade, passando também por muitos pontos turísticos de Tóquio. 

Por exemplo, em Ueno, um desses bairros, é possível ver o zoológico, museus nacionais e o Ueno Park, que é um parque cheio de cerejeiras, que durante a primavera formam uma paisagem linda.

Já a estação de Tokyo, fica próxima ao Templo Zojoji e ao Tóquio Tower. Essa estação também é a estação terminal do monotrilho de Tóquio, que faz ligação entre o centro da capital e o Aeroporto de Haneda.

E, além disso, é essa estação que leva à todas as linhas de Shinkansen. Neste bairro está localizado o centro comercial Marunouchi, que fica próximo aos Jardins do Palácio Imperial.

Metro station tokyo futuristic japan stock photo stock images stock pictures
Estação de Shinjuku é a mais movimentada do mundo

Sugamo Bairro dos Idosos

A linha também passa por Sugamo, sendo um bairro comercial, que ficou muito popular entre os idosos. Tanto é que esse bairro é chamada “Harajuko dos avós”, isso por que ao invés de ter lojas voltadas para adolescentes e jovens como é o caso de Harajuku.

Sugamo têm lojas mais voltadas para os idosos, além de muitas feiras com alimentos tradicionais da região. O ponto turístico de Sugamo é o Templo Kogan-ji, conhecido por afastar as dores físicas, por isso muito visitado pela classe idosa.

Bairros para Jovens e Otaku

Akihabara é um como grande shopping, principalmente de produtos eletrônicos e também produtos voltados para a otakus. Harajuku, Shibuya e Shinjuku são bairros bastante frequentados por jovens, pois esses bairros são cheios de lojas e bares, boates e danceterias.

Shibuya e Harajuku também são lotados de shoppings e butiques, voltados principalmente para a moda jovem. Em Ebisu, existe um centro comercial chamando Ebisu Garden Place, um local com muitos restaurantes, lojas e lugares para relaxar e caminhar.

Guia akihabara – o centro otaku e tecnológico do japão

Shinjuku e arredores

A linha passa também por Shinjuku, um dos bairros com maior movimento no Japão. Esse é considerado um dos grandes centros comerciais durante o dia, e também um grande centro de entretenimento durante a noite. Ele é muito frequentado principalmente por adolescentes e jovens.

Outro bairro é o Yoyogi, que fica próxima a Shinjuko. Esse é um pouco mais elegante e sofisticada, composta por butiques chiques, cafés, jardins, e o parque Yoyogi Park.

Harajuku – a cidade colorida

Outros pontos de destaque

Akadanobaba, conhecido popularmente apenas por “Baba”, é o bairro onde fica a Universidade de Waseda, (um das melhores universidades de Tóquio). Por ser uma área bastante frequentada por estudantes, existe uma abundância de restaurantes baratos, principalmente restaurantes de ramen (que é uma sopa de macarrão), livrarias e bares.

Shimbashi é uma área comercial que fica próxima ao Hama Rikyu Gardens, ao Mercado de Peixe de Tsukiji e ao Shiodome Shiosite. Okachimachi também tem uma rua comercial muito famosa chamada Ameyoko. Já Komagome tem um tradicional jardim japonês chamado Rikugien Garden. E Ikebukuro, um dos maiores centros de entretenimento e comércio de Tóquio.

Shin-Okubo apresenta mais o lado multicultural da cidade, coisa rara de ser visto em Tóquio. É chamada também de ‘Pequena Coreia‘, graças a uma grande presença de coreanos nesse bairro. Por lá é possível experimentar comidas típicas da Coreia como, por exemplo, o Teokbokki (um bolo de arroz com molho de pimenta) e também as culinárias malaia e tailandesa podem ser encontradas na região.

Meguro é um bairro cheio de antiguidades, lojas de decoração e artigos domésticos. Tanto que é conhecido como o bairro Design de Tóquio. Gotanda, Osaki e Shinagawa, são grandes centros comerciais e possuem muitos edifícios bem altos. Em Gotanda fica a embaixada brasileira e o Consulado.

Compartilhe Este Artigo: