A disposição dos japoneses em ajudar – Experiências

, , , ESCRITO POR


Neste artigo eu gostaria de contar algumas experiências que aconteceram durante os meses que passei no Japão em 2018, mostrando a disposição que os japoneses tem em ajudar, mesmo quando não solicitado.

Esse artigo mostra experiências reais da hospitalidade, educação e esforço dos japoneses. Nem todos são assim, mas é irrefutável que os japoneses realmente fazem as coisas pensando no próximo, seja por obrigação ou não.

São experiências simples e foram apenas algumas das milhares que passei. Praticamente todas foram satisfatórias e que faz eu gostar ainda mais da cultura japonesa. É uma pena que muitos só sabem lembrar das experiências ruins e negativas pra ficarem criticando o país. Não duvido nem um pouco de alguém comentar algo negativo no meio desse artigo sobre coisas boas. 



Caverna do Dragão – Ryugashido

Eu e meu amigo Roberto Pedraça fomos para uma caverna localizada próximo a Hamamatsu, conhecida como caverna do dragão. Na região meu amigo ficou sabendo de um lugar onde as pessoas podiam beber o leite fresco da vaca japonesa, tirar fotos e ver como funciona o trabalho do local. Ele estava com muita vontade de ir nesse lugar.

Quando estávamos comprando o bilhete para entrada da caverna do Dragão, um lugar sem nenhuma relação. Ele pediu informações para mulher da bilheteria sobre esse local das vacas. A mulher simplesmente não sabia, mas pesquisou na internet e imprimiu um mapa do local.

A disposição dos japoneses em ajudar - Experiências

Infelizmente a outra mulher que estava junto observou o caso e falou que era o dia de folga, que estava fechado. Meu amigo ficou triste, entendeu a situação, e simplesmente continuamos nosso passeio visitando a caverna do Dragão.

Quando saímos da caverna e estávamos tomando sorvete em outra loja do local. Uma outra mulher entrou e falou conosco dizendo que ligou para o local das vacas e disse que abriram uma exceção para nós visitarmos o local para tomar o leite da vaca. Foi muito bom saber que uma mulher durante seu horário de trabalho, se dispôs em pesquisar algo que não conhecia e ainda ligar para o local.

Realmente, quando chegamos no local estava tudo fechado, mas a mulher abriu apenas para nós tomarmos o leite da vaca, conversarmos um pouco sobre o local e tirarmos algumas fotos. Foi mais incrível ver que a dona da fazenda em seu dia de folga resolveu abrir uma exceção para experimentarmos o leite da região que é bem famoso. 

A disposição dos japoneses em ajudar - Experiências

Tanto a mulher da caverna como a mulher da fazenda mostraram uma grande disposição e hospitalidade que marcou eternamente minha experiência com os japoneses.

Uma noite CULTURAL em TOKYO



Descendo na estação de Ginza em Tokyo, uma mulher me parou pedindo dinheiro para ajudar no Terremoto de Hokkaido. Eu suspeitei sobre esse dinheiro realmente ir para esse local, mas aproveitei a disposição que ela tinha para conversar, até que em um momento ela me chamou para ir num Local de apresentação de música e dança bem tradicional.

Eu fiquei com um pouco de suspeita, vai que eles queriam me sequestrar. Primeiro a mulher me entregou o panfleto do local, depois ela me adicionou no Line e sugeriu que fôssemos juntos depois do trabalho.

Me encontrei as 5 da tarde na estação de Ginza e fomos juntos para o local. Ela tinha me dado o endereço do local, era perto do meu hotel e eu simplesmente poderia falar para encontrarmos lá, mas eles tiveram a disposição de me acompanhar até o local.

A disposição dos japoneses em ajudar - Experiências

Quando eu entrei, tinha um restaurante cheio de idosos, todos me trataram bem e ficaram impressionados com a minha presença e o fato de eu falar um pouco de japonês. Eu ainda ganhei um lanche e conheci uma música de Okinawa chamada ShimaUta que eu não conhecia e achei muito legal.

No final tiramos fotos com as pessoas que cantaram e dançaram, e a mulher que tinha me convidado junto com o amigo dela me levaram até próximo do hotel, mesmo sendo caminho contrario da casa deles.

Foi uma experiência divertida, que eu não esperava e que mostra um pouco do calor e da hospitalidade japonesa. Pretendo escrever mais sobre esse local futuramente. 

A disposição dos japoneses em ajudar - Experiências

Suporte no Aeroporto de HANEDA

Eu cheguei no Aeroporto e perdi meu voo por causa da confusão de datas. Desesperado sem saber o que fazer, sem falar nada de inglês e com um japonês limitado, eu simplesmente sentei e comecei a pensar.

Uma japonesa do balcão de informações viu meu desespero e tentou falar comigo e deu total suporte, me acompanhando, insistindo em me ajudar a levar as malas, e telefonando para alguns lugares tentando resolver minha situação.

Depois que acabou o turno dela, outra garota chegou para dar suporte e me ajudar a resolver todos os problemas. Eu não sei dizer se esse é realmente o trabalho delas, já que era apenas um balcão de informações. Mas a maneira que elas deram o suporte foi impressionante, me marcou e diminuiu drasticamente meu desespero de ter perdido o voo.

Foram experiências simples, alem de muitas outras que aconteceram com japoneses conhecidos ou outras situações rápidas que não recordo plenamente. Foi uma viagem incrível, espero que você também tenha boas experiências como eu tive. Se tiver alguma, deixe nos comentários e não se esqueça de compartilhar esse artigo nas redes sociais.

Compartilhe Nosso artigo:

5 comentários em “A disposição dos japoneses em ajudar – Experiências”

  1. Kevin, thank you for this post. Its very inspiring.

  2. Rsrs, o meu da mesma maneira. Kevin eu estou criando um site, ele ainda está em construção.Quando ele estiver pronto, será que poeria tornar um site parceiro do sukiDesu (seu website é excelente). Assim que que eu terminar de concluir o cadastro da minha micro empresa, gostaria de ajudar o suki desu.

  3. Não sabia que o seu japonês era limitado(Pensei que, você era fluente). Mudando de assunto, realmente incrível a hospitalidade dos japoneses, sei que não são todos que ão assim, mas mesmo assim é incrível. Ainda continuo achando não só o Japão, mas como também a sua cultura fantástica. Eu tive uma experiência quase da mesma maneira, mas foi com um japonês de pele morena que mora no brasil já faz um tempo, precisamente em Goiânia. ele era bastante educado, simpático, e brincalhão, fiz algumas perguntas e ele me respondeu muito bem além de explicar bastante, até me indicou a nippon kaikan para eu aprender japônes. Foi uma experiência incrível, gostaria de encontra-lo novamente (ele até disse que o Brasil é o melhor lugar do mundo para se viver, ele citou alguns pontos negativos do Japão, mas eu não ligo, quero acreditar que o japão é incrível).

    • Brasil é bom, mas tem piorado muito ao longo dos anos… Principalmente Goiania… eu moro próximo kkkk Estou longe da fluencia porque me considero um preguiçoso pra estudar, e é realmente dificil chegar a fluencia sem usar diariamente o idioma. Aqui onde eu moro não tem onde usar, só uso escrevendo pro site, lendo e conversando em redes sociais.

Comentários do site