Cultura / Japão / Outros

Criminal Minds – Casos no Japão

Criminal Minds – Casos no Japão

O ataque no Japão chocou o mundo (sem dúvida), o ex-funcionário Satoshi Uematsu, de 26 anos matou 15 pessoas e deixou 45 feridos.

Apesar de ter poucos crimes, podemos dizer que esses crimes é considerado de nível absurdo, nível alto. Por conta do tratamento dos pais, cultura, questão de honra que se aplica no país, etc.

Podemos dizer que o Japão não está preparado para o crime. Até mesmo a policia, raramente utiliza armas ou combate criminosos. Ou seja, se nem a polícia está “preparada” para os crimes hediondos, imagina a população japonesa.

Alguns Casos

Caso Junko Furuta:

O caso ocorreu entre novembro de 1988 até janeiro de 1989. Quatro rapazes, incluindo Jō Kamisaku, na época com 17 anos (Kamisaku foi um novo sobrenome adotado por ele após ser liberado da prisão), raptaram e mantiveram em cativeiro, uma estudante do terceiro ano do colegial, por 44 dias. A garota japonesa, Furuta Junko (古田順子), com 17 anos na época, foi raptada, mantida em cativeiro, estuprada, torturada e brutalmente assassinada.

nevada-tan e junko

Caso Nevada-Tan: A pequena assassina japonesa

No ano de 2004, um crime cruel aterrorizou o Japão. A frieza com que uma menina de 11 anos tirou a vida de outra menina com 12 anos acabou chamando a atenção do mundo todo para mais esse caso, onde a negligência ao bullying sofrido pela assassina contribuiu para a atitude da mesma. Natsumi possui uma amiga inseparável chamada Satomi Mitarai, com seus 12 anos de idade. As duas eram amigas a vários anos e sempre eram vistas juntas, mas quis o destino que a amizade se transformasse em ódio, graças a uma discussão a respeito de popularidade.

A pequena assassina foi julgada em 15 de setembro de 2004 e sentenciada a 9 anos de internamento no reformatório.
Natsumi Tsuji levou sua colega Satomi Mitarai a uma sala de aula vazia. Vendou seus olhos com a desculpa de que queria fazer um jogo com ela. Com a antiga amiga vendada, e sem mais nenhuma palavra, Natsumi degolou Satomi a sangue frio com seu estilete.

Alguns assassinos e seus respectivos números

  • Jonathan Nakada Ludeña – Peruano Matou 6 pessoas (Um casal, duas crianças e a mãe e mais uma idosa).
  • Mamoru Takuma – Matou 8 pessoas (8 crianças em uma escola primária).
  • Tsutomu Miyazaki – Matou 4 pessoas (4 meninas idade entre quatro a sete anos de idade).
  • Issei Sagawa – Caso O japonês Canibal”, matou a holandesa Renée Hartevelt.

Apesar de crimes no Japão serem muito raros de ocorrer, devemos lembrar que raro também pode ser algo perigoso.

Artigo escrito por: Leo Sadao

Foto de perfil de Suki Desu
Publicação de autoria de algum voluntário ou colaborador.

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.