Wabi-sabi: Conheça o conceito japonês de valorizar as belezas nas coisas imperfeitas

[ADS] Anúncio

Você já ouviu falar no estilo wabi-sabi? Não são só as coisas perfeitas e simétricas que são bonitas. As imperfeições também têm o seu valor.

Sabe aquela mobília meio velha e até um pouco danificada que você está pensando em trocar? Segura um pouco essa ideia e conheça o estilo wabi-sabi.

O que é wabi-sabi?

O wabi-sabi é um conceito que veio do Japão, dos ideais budistas. Ele incentiva a apreciação do imperfeito, da impermanência e do incompleto.

Significa a compreensão e aceitação do envelhecimento e a beleza que isso traz. Essa concepção é aplicada em várias situações, mas principalmente na área da decoração.

Wabi-sabi como decoração

Já imaginou não precisar contratar uma empresa de reforma de apartamento quando algumas coisas quebram, mas sim transformá-las em decoração? O wabi significa rústico, enquanto sabi significa o tempo e as marcas que ele cria.

Na decoração, se valoriza o simples e o modesto, que sozinhos já possuem o seu valor e a sua beleza. A ideia é aceitar a imperfeição dos objetos e a decoração que formam juntos.

Não consegue imaginar como ele se aplica na prática? Vamos te contar!

Decoração wabi-sabi

As decorações wabi-sabi podem ser aplicadas de várias formas. Dentre elas estão:

  • Cerâmica;
  • Elementos orgânicos;
  • Iluminação;
  • Tecidos despojados;
  • Elementos rústicos;
  • Peças únicas;
  • Tons terrosos;
  • Cores claras.

Essas são algumas formas de decoração que podem deixar a sua casa com um pouco mais ao estilo wabi-sabi de viver.

Cerâmica

As peças de cerâmica são muito usadas no Japão. Elas possuem uma singularidade e, quando quebram acidentalmente, é utilizada uma técnica chamada de kintsugi.

O kintsugi consiste em preencher os cantos quebrados da peça de cerâmica com pó de ouro, tendo como resultado a formação de algumas marcas, como cicatrizes.

Com essas marcas, o objeto de cerâmica passa a representar fortalecimento e singularidade, adquirindo, assim, mais beleza.

Elementos orgânicos

Esse conceito também tem grande apreciação pela mutação proveniente do tempo e da vida. A mudança faz parte da vida, tanto nas opiniões, no amadurecimento pessoal, quanto no visual.

A natureza está em constante mudança, e os elementos orgânicos que a compõem também fazem parte do conceito wabi-sabi. Através da inserção de objetos orgânicos na sua decoração, se passa a simulação da vida em cada espaço.

Ela pode ser usada através de flores, madeira, animais e formatos irregulares. Tudo que remete à natureza.

Quando for montar o seu apartamento, lembre-se de chamar um distribuidor de piso vinílico, adicione algumas flores ao ambiente, mesas de madeira e tudo orgânico, lembrando que tudo é mutável e envelhece com o tempo.

Iluminação

As luzes naturais produzidas pelo sol entrando na janela ou por velas complementam o espaço de itens rústicos e orgânicos muito bem e mantêm o mesmo conceito natural.

Por isso, já avise os engenheiros, arquitetos e o gerenciamento de obras e projetos para inserir o máximo de janelas que puder e conseguir uma luz natural excepcional na sua casa.

Além disso, é possível posicionar velas estrategicamente, próximo à cama e ambientes que não são muito bem iluminados pelo sol.

Tecidos despojados

A inserção de tecidos sobre móveis e objetos também transferem ao lugar a sensação de orgânico. Então tecidos de tons claros e terrosos meio “jogados” sobre o sofá, mesa, cama, etc., dão ao local um estilo wabi-sabi.

Elementos rústicos

O rústico também é um componente do conceito wabi-sabi, já que remete ao natural. Objetos feitos de madeira e pedra com cortes grosseiros, brutos e com riscos trazem a ideia de natural e imperfeito, além de tornarem a sua peça única.

Ou seja, nada de peças chapadas e produzidas em série. Você pode optar por fazer a raspagem de pisos e assoalhos, mas deixar seu piso de madeira envelhecer com o tempo e apreciar a beleza da imperfeição e sua forma única também pode ser legal.

Peças únicas

As peças únicas no estilo wabi-sabi, como já dito, trás esse conceito de singularidade que a vida possui. Cada objeto tem seu ciclo e é especial ao seu modo.

Nesse sentido, vale ressaltar que peças feitas a mão no ambiente trazem essa ideia e reforçam sua exclusividade.

Tons terrosos

Os tons terrosos fazem referência ao solo, à natureza e ao orgânico, além de trazerem um clima muito relaxante. Tenha móveis e objetos que remetem a paleta de cores marrom e bege e crie essa atmosfera natural.

Cores claras

As cores claras remetem à ideia de pureza e quebram um pouco os tons terrosos. Mescle os dois para adquirir um ambiente harmonioso.

A compreensão da imperfeição é muitas vezes difícil. Admitir as falhas, o fim de um ciclo e a finitude de todas as coisas pode ser complicado de início, mas a aceitação desses fatos e da imperfeição trazem tranquilidade e valor em todas as coisas, como sendo únicas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe Este Artigo: