Otaku / Outros

Como a cultura otaku afeta os seus curtidores?

Como a cultura otaku afeta os seus curtidores?
Compartilhe nas redes sociais:

Hoje o artigo é um pouco mais sério, pois irei tratar sobre como a cultura otaku afeta os seus curtidores, ou seja, o modo como as pessoas reagem ao tornar vício o ato de ler mangás, ver animes, entre muitas outras variedades.

Artigo feito sobre experiências próprias do autor. Antes de ler, saiba que estamos apenas querendo dizer que tudo em excesso faz mal.

Como muda o seu modo de pensar e agir?

Com certeza as coisas mudam e até você mesmo, o que irei dizer é experiência própria e de outras pessoas.

Logo após me tornar um otaku, eu me sentia muito para baixo, eu diria que estava me tornando depressivo, de certa forma eu me sinto bem assim, mas o maior problema foi ter mudado de repente com as outras pessoas, não que eu me importe, mas o lado de querer manter aparências não mudou, isso com certeza me afeta, pelo fato de perder amizades e o afastamento de pessoas importantes.

O mundo ao seu e ao meu redor, mudam. A forma de ver as coisas muda. E isso me afetou pelo fato do mundo se tornar cinza, de querer ver o lado triste das coisas, de criar possibilidades impossíveis e de o lado mais belo ser exatamente esse.



A vontade de convivência com outras pessoas desaparece, e o único modo de sentir confiança é através da tela do computador. E você percebe ser diferente dos outros, por querer ser diferente e por ter mudado, talvez as pessoas se tornem inocentes ou sensíveis ao seu modo de pensar, mas são somente opiniões diferentes, certo?

A vontade de viver um romance proibido também desaparece, e então surge um novo ideal ou meta em sua vida, não se apaixonar, isso é simples. É um afastamento, principalmente por não ter tantas pessoas que dividam o mesmo ideal que você.

O mais difícil disso tudo, é viver um mundo de fantasia, mesmo que seja infantil, cresce algo dentro de nós e isso é algo que não pode ser retirado, eu diria que este mundo é o mesmo mundo de sonhos de outras pessoas, somente temos ambições maiores.
Ser diferente é bom, sonhar te faz melhor, mas um mundo vazio, te torna vazio por dentro.

Como te afeta na vida social?

Com certeza, o vício traz diversos problemas, mesmo que não faça a menor diferença nos otakus. Um dos maiores problemas é se tornar um hikikomori ou um NEET.
Você pode simplesmente se excluir da sociedade ou não dar notícias dizendo que está vivo, mas isto só afeta à você, por que quando este vicio acabar ou diminuir, o único que estará perdendo é você, seus amigos podem te trocar por outros e nem tudo será como você quer.

Você também estará perdendo várias oportunidades, como o trabalho que você sempre sonhou, a chance de fazer novos amigos e ter um caso com alguém, ou algo que iria mudar sua vida, trocar experiências te fará ver o mundo por outro lado, caso queira, lógico.

O bullying também pode causar problemas irreversíveis, mas se trancar em um quarto e ver animes, pode significar perder o seu tempo, sendo que em algum lugar terá pessoas que te aceitarão.

Como deixar de se isolar por algum vício?

  • Tente sair com pessoas diferentes ou que passam pelo mesmo problema.
  • Namore.
  • Tente arrumar um emprego e ter renda fixa.
  • Saia para caminhadas ou por algo de seu interesse.
  • Procure por artigos online que possam te ajudar.
  • Torne este vício um hobbie, e não algo prejudicial a você.
  • Tente tornar o vício algo comum, onde você possa dividir o seu tempo e fazer coisas que você queira.
  • Não abandone o vício, somente o torne algo que não faça falta em sua vida.

Compartilhe nas redes sociais:
  • Nunca pensei desta forma, mas é realmente isso, tem que saber dividir as coisas mas quando você começa a se interessar cada vez mais fica difícil. Eu assisto bastante anime mas não um atrás do outro e eu escolho bem aquele que quero assistir tem que ser do meu gosto. gosto de jogar quando tenho tempo, coleciono mangas mas só os leio quando estou em algum lugar sem nada pra fazer. De resto eu eu coleciono com moderação pra não ficar sem dinheiro e ainda namoro mas as vezes tenho a sensação de querer me isolar e acreditar só naquilo, só jogar e tudo mais, mas eu me controlo pra não virar um vício sem controle.

  • Kuuhaku

    Mas quando você pensa da forma que escrevi, ai é como se fosse o ponto inicial para querer desistir do mundo 3D.

  • Emanuel Elias

    Eu sou um pouco assim. Sempre me chamaram de “O nerd, o acima da média, o cara que tem o futuro garantido”, daí eu passei a achar a companhia das pessoas um saco, comecei a assistir animes cada vez mais (além de jogos, séries, sempre fui um cinéfilo, mas passei a me imergir mais e mais), daí todo mundo fala que eu joguei meu futuro fora me trancando no quarto. Embora todo mundo ainda me ache inteligente e acima da média. Enfim, eu sou o garoto que tinha um futuro e que virou um NEET.
    Hoje em dia, estou mudando isso de novo, cansei de colocar meus hobbies a frente de minhas ambições.

  • Kuuhaku

    Medir é realmente necessário, mas quando se afunda… retornar é difícil. Mesmo que pare, ainda terá algumas atribuições de hikikomori em si… é bem complexo, haha! @HarumiFuziwara:disqus

  • Kuuhaku

    Sinto que quando entrei nesse mundo otaku, eu fiquei melhor do que achava que era… Não me arrependo, também deixei minhas ambições de lado, mas acho que já estou saindo dessa. Não posso viver nessa para sempre, good luck @disqus_YCzTMSMmYK:disqus