As 5 nacionalidades que os homens japoneses mais se casaram

O Japão é um país com costumes únicos e uma cultura milenar que se manteve a longos anos, mas com a globalização tem se tornado cada vez mais comum a influência do ocidente e outros países orientais na sociedade nipônica. Com isso muitos japoneses passaram a se relacionar com pessoas de diversas outras nações. Estes aos quais são residentes do Japão.

Segundo dados do governo japonês este número é maior entre homens japoneses que mulheres japonesas, isto é, os homens japoneses estão se relacionando ainda mais com estrangeiras.

Neste artigo, vamos ver alguns dados de 2021 do governo japonês e descobrir quais são estás nações e entender um pouco da influência que estes países possuem no japão atual. Em uma ordem do menor ao maior em números de casais que realizaram seus casamentos.

Cerca de 9.000 homens japoneses se casaram com mulheres estrangeiras em 2021. Em estimativas são cerca de 40 casais por dia. Um número bastante impressionante.

5 – Brasil

Cerca de 240 casais se casaram no ano passado, isto é, homens japoneses e brasileiras.

Primeiro vale lembrar que o Japão e o Brasil possuem uma conexão histórica. Em meados do
século XX por volta de 1900. O navio Kasato-Maru se aportou em São Paulo, esse processo trouxe cerca de 200 mil japoneses ao Brasil.

Durante os períodos da história japoneses e brasileiros se misturaram, formando os chamados descendentes. E como isso influenciou o Japão? Durante parte da história uma boa parcela de japoneses com seus filhos descendentes voltaram ao Japão.
Esses descendentes passaram a cultivar o idioma, cultura e língua japonesa, e este processo se repetiu, até os dias de hoje.

Chegando assim a uma boa parcela de população de descendentes no japão. Atualmente cerca de 130.000 brasileiros vivem no japão, estando entre os principais grupos de nacionalidades que vivem no país. Com este número e a relação histórica entre os países, não surpreende o alto número de japoneses se casando com brasileiras ou descendentes.

4 – Tailândia

Cerca de 620 homens japoneses se casaram com tailandesas em 2021. A distância média entre o japão e a Tailândia é de cerca de 4310 km (ou 2330 milhas náuticas). Bem mais próximo que o Brasil.

- as 5 nacionalidades que os homens japoneses mais se casaram
Uma representação gráfica da distância entre os países!

Qual é a relação histórica entre o Japão e a Tailândia? Historicamente sempre existiu uma relação comercial entre esses dois países.

Voltando a mais de 600 anos atrás no século XIV quando houve um comércio entre Siam e Ryukyu Kingdom em (Okinawa). Enquanto houve um crescimento expoente houve um declínio entre os comércios destes países durante os séculos. Mas em 2019 no início da era Reiwa ambos os países celebraram a forte união entre as famílias reais, ao que deve permanecer ao longo de muitos anos.

Esta forte correlação histórica e a distância influência no crescimento no número de residentes tailandeses no Japão e consequentemente casais.

Outro detalhe é que homens japoneses, na verdade possuem certa popularidade entre tailandesas, isto porque tailandesas tendem a gostar de homens esforçados e que trabalham muito, e os japoneses em suma maioria são assim.

As 5 nacionalidades que os homens japoneses mais se casaram - casamento sim japao

3 – Coreia

Cerca de 1270 homens japoneses se casaram com coreanas ano passado.

Além da influência estética das coreanas, por serem muito belas, existe uma grande
população de coreanos no japão. Algo que facilita o contato entre os povos é uma cultura e hábitos similares.

O Japão e a coreia são países com correlações históricas muito fortes, desde boas a ruins.
Estes países são vizinhos e ambos são os maiores aliados dos Estados Unidos no leste asiático.

Uma curiosidade é que a língua coreana e japonesas possuem grandes similaridades em suas estruturas e parte de origens. Ambos os países já se invadiram, e houve inimizade entre ambos ao longo da história.

Podemos perceber que ambos os países são como irmãos muito próximos em vários aspectos e com correlações desde boas a ruins, sempre tiveram correlações econômicas também, mesmo que em momentos obrigatórios, nisto existe uma grande população coreana no Japão e por consequência
casais se formaram.

- como os coreanos encontram seu par perfeito? Relacionamento na coreia

2 – Filipinas

Cerca de 1900 homens japoneses se casaram com filipinas em 2021. É comum ver alguns casais pelo japão. E existem alguns famosos filipinos pelo Japão. Algumas destas celebridades são:

  • Alan Shirahama (ex-membro do grupo EXILE, generation);
  • Chieco Kawabe (Cantora, modelo e atriz);
  • Maharu Yoshimura (Jogador profissional de tênis de mesa);

Nisto, nota-se que os filipinos conseguem ter em parte influência cultural no Japão. Por ser um país asiático, a proximidade é maior, ambos os países também possuem correlações históricas datadas de muitos séculos atrás.

1 – China

Cerca de 2,330 homens japoneses se casaram com chinesas no último ano.

China, o mais populoso país asiático. Vale lembrar que a China tem uma população de cerca de 1,387 bilhões de pessoas. Portanto, não seria surpresa se uma certa parcela dessa população estivesse no japão.

Mas além desse fator a China e o japão possuem conexões históricas muito fortes. Ao ponto de parte
do uso da escrita da língua japonesa ter origem na chinesa, isto é, o kanji. Além de fatores culturais, religiosos, de filosofia e até mesmo leis utilizadas no passado.

No passado o japão era bastante agarrado a China, como se o braço do estado chines influenciasse em diversos fatores desde econômicos a sociais, mas após meados de 1949 o japão passou a adotar mais individualismo nas suas posições, visto que percebiam certo atraso em certas posições da China. Buscando assim se modernizar cada vez mais.

Hoje as suas correlações são mais tranquilas, não 100% pacificas, mas existe um equilíbrio.
E nisto existem muitos chineses que se mudam para o japão em diversos motivos. De acordo com uma pesquisa de 2020 por volta de 770.000 chineses moram no japão.

E aí, curtiu essas curiosidades? Então curta, comente e compartilhe!

Compartilhe Este Artigo: