Cultura / Japão

A arte japonesa – Organização

A arte japonesa – Organização


A organização é um hábito japonês, como já dito no artigo Japão limpo e verde, é uma cultura que é inserida logo na infâncias. A organização é algo para toda a vida, mas nem todos os japoneses se enquadram em relação a organização. (Artigo escrito por: Bruna Bye) 

Organização ensinada nas escolas

Os alunos desde o primário aprendem sobre organização, iniciando pelo uniforme que seu uso é obrigatório e deve estar visível desde o início do percurso para a escola. Ir para escola a pé é uma das exigências feita pelas escolas do primário que organizam os percursos, tempo e a divisão dos grupos dos alunos.

As escolas priorizam o padrão visual, banheiros e a área externa da escola. No primário são ensinados a servir a merenda para seus colegas, algumas escolas pedem para não enviar levar lanches de casa, já que a refeição é nutritiva e diversificada. Isso auxilia no ensinamento do porque deve-se aceitar com respeito algo que foi oferecido.
Nas escolas, atividades extra-curriculares são aderidas e incluindo tarefas domésticas como limpar, cozinhar e até costurar.

Os alunos são dividido em grupos, ajudam na limpeza e organização da escola. Para melhorar o desenvolvimento dos alunos ocorre a reunião de um conselho estudantil, sendo que cada sala tem seu representante, vice-representante e um professor responsável. Os alunos se tornam responsáveis pela sua escola, passando a mensagem de cuidar do espaço que pertenço.

Organização nas refeições

Obrigado pela refeição: Inicia-se com o fazer da própria refeição, respeitando o alimento, desde seu corte até o tempo de seu preparo, pois o alimento era um ser vivo, por isso há respeito e deve-se agradecer por estar recebendo a refeição. A expressão popular “comer com os olhos” é de muito bom entendimento por parte dos japoneses, que desde crianças aprendem que aparência é o primeiro julgamento, servem tudo muito bem organizado e separado.



A separação em vários recipientes é feita por causa do tipo de prato servido, cada ingrediente ou preparo deve ser valorizado, “não foi apenas um grão de arroz consumido, mas sim o conjunto de grãos que antes foram cultivados, colhidos, selecionados e preparados para serem consumidos”. Alguns fatores que podem influenciar na qualidade: temperatura, estado físico, quantidade presente de oleosidade ou gordura, textura, aroma e sabor.

Organização no ambiente de trabalho

Tempo é dinheiro: Uma boa administração, gestão e organização é necessária para que haja lucros. O tempo ensina sobre paciência, velocidade e ação. A proporção de tempo gasto é a quantidade de qualidade do resultado. Cada ambiente de trabalho possui seu método, mas no geral, a organização é o controle para evitar prejuízos e promover lucros. E por isso valorizam os títulos de cargos.

O cargo mais baixo, é o iniciante ou que possui pouco conhecimento e experiência, ele deve respeitar seu superior para que haja ordem. O superior fica responsável pelos os seus menores e qualquer erro que ocorra a culpa será do superior. A pressão e preocupação que atinge os superiores é tão grave que vários funcionários evitam algumas promoções ou títulos que não se sentem totalmente seguros para recebe-los ou exerce-los.

A organização em áreas públicas

Evitar conflitos ou problemas urbanos é importante não apenas para manter a boa imagem da sociedade mas principalmente a segurança. Um lugar seguro, é um espaço que as pessoas são atraídas por se identificarem ou por se sentirem acolhidas. O sentimento de acolhimento de um espaço é relacionado com as boas experiências com o lugar, o critério para julgar o que é bom ou ruim depende da ética e moral cultural. A cultura japonesa herdada para “segurança” é o “isolamento”…

Artigo escrito por: Bruna Bye 

Por Favor! Compartilhe o artigo nas redes sociais:


Recomendamos também: 

1 comentário

  1. Ótimo artigo.
    Obrigado pelo artigo.

    Resposta

Comentários do site