in ,

Shindo Renmei – Organização terrorista no Brasil

Compartilhe nas redes sociais:

Shindo Renmei (臣道連盟; lit: “Liga do Caminho dos Súditos”) era uma organização terrorista composta por imigrantes japoneses. Foi ativa no estado de São Paulo durante a década de 1940.

Recusando-se a acreditar nas notícias da rendição do Japão no final da Segunda Guerra Mundial, alguns dos seus membros mais fanáticos usaram violência contra aqueles que se renderam. Shindo Renmei matou pelo menos 23 pessoas, todas nipo-brasileiras e feriram outras 147.

Fundação do Shindo Renmei

Antes da organização existir havia uma outra organização, composta de japoneses católicos batizada de Pia, feita para ajudar os membros da diáspora japonesa.

No entanto, depois de um conflito entre japoneses e brasileiros em 1942, na cidade de Marília, a Pia foi desfeita e, no lugar dela, surgiu o Shindo Renmei. A organização tinham sede na capital paulista e outras filiais pelo estado de São Paulo, Paraná e talvez outras regiões.

Logo depois da derrota do Japão na Segunda Guerra Mundial em 1945, a organização recusou-se a aceitar a rendição do Japão às forças Aliadas e ao mesmo tempo criou uma organização terrorista.

Shindo Renmei - Organização terrorista no Brasil

Atividades do Shindo Renmei

Aos olhos da organização, a comunidade nipo-brasileira estava dividida em dois grupos:

Kachigumi, ou “os vitoriosos”, que acreditava que a guerra ainda estava acontecendo, ou que o Japão venceu. Eles eram a maioria dos membros mais pobres da comunidade que ainda pretendiam retornar ao Japão.

Makegumi, ou “os derrotados” pejorativamente chamados de “corações sujos”, que aceitaram a notícia da derrota do Japão. Eles eram geralmente os membros mais ricos da comunidade que estavam mais informados e melhor adaptados à sociedade brasileira.

Combinando a confusão, vários enganadores produziram falsos jornais e revistas japoneses com notícias sobre a “grande vitória” e começaram a vender terra nos “territórios conquistados”.

Outros vendiam o iene, a moeda japonesa desvalorizada na época, para aqueles que pretendiam retornar ao Japão. Isso levou muitos Kachigumis à falência e até ao suicídio em alguns casos. O grupo também escreveu listas com nomes de Makegumis que deveriam morrer por se renderem, consequentemente traindo o Imperador.

Kamegoro Ogasawara, proprietário de uma tinturaria em São Paulo, coordenou as ações punitivas. Muitas casas de embarque de propriedade japonesa serviram de esconderijo para os assassinos após suas ações.

Os assassinos de Shindo Renmei, eram jovens. Eles enviaram cartas aos alvos pretendidos antes de um assassinato, incitando-os ao seppuku para que eles pudessem “recuperar a sua honra perdida”. Aqueles que se recusassem a cometer suicídio eram caçados e mortos à tiros ou por uma katana.

Shindo Renmei - Organização terrorista no Brasil

Consequências para a comunidade nipo-brasileira

Como resultado das ações do Shindo Renmei, a população brasileira simplesmente teve a impressão de que todos os japoneses eram fanáticos nacionalistas. apesar das ações da organização não ter afetado diretamente os brasileiros.

A situação só ficou grave depois do assassinato de uma caminhoneiro brasileiro por um caminhoneiro japonês em 31 de julho de 1946, o que levou a população brasileira a formar grupos de linchamento à qualquer japonês que aparecesse pela frente.

O fim da organização terrorista japonesa

Logo depois o exército e o Departamento Estatal de Ordem Política e Social (DEOPS) investigaram o caso nos estados de São Paulo e Paraná.

De acordo com a polícia de São Paulo, 31.380 nipo-brasileiros eram suspeitos de ter conexões com a organização. Logo depois o DEOPS também investigou 376 nipo-brasileiros. Logo após a investigação, os líderes do Shindo Renmei foram presos.

Atualmente, membros da comunidade nipo-brasileira daquela época se recusaram a comentar sobre a organização. Provavelmente a geração nipo-brasileira mais recente nunca tenha sequer ouvido falar da organização e seu atos.

Existe um filme brasileiro de 2011 de Vicent Amorim chamado Corações Sujos que conta a história dos Shindo Renmei. O filme foi baseado em um livro de mesmo nome, caso deseja ler o livro, vamos deixar abaixo:

Compartilhe nas redes sociais:

Você gostou do artigo?

0 ponto
Upvote Downvote

Total de votos: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Deixe uma resposta

Comentários do site

Boruto: Naruto Next Generations – Qual o futuro desse anime?

Goroawase – Trocadilhos nos números em japonês