Japão saúda os eSports

, , ESCRITO POR

A fabulosa nação asiática tem uma história fortemente ligada aos videogames e a tecnologia, sempre visando marcar tendências e ficar na vanguarda dessas indústrias. No entanto, o público gamer japonês havia sido relutante em adotar eSports até recentemente, o que tornou o Japão uma potência mundial quase instantaneamente.

Japão saúda os eSports - tokyo 1
Image Source: unsplash

Japão e videogames

Sendo um elemento vivo da cultura popular japonesa, a história dos videogames no Japão está ligada a duas das maiores empresas nesse contexto: Nintendo e Sony. No entanto, o foco desses gigantes tem sido na produção de consoles e na criação de conteúdo para eles, deixando de lado os eSports e assistindo aos videogames mais como uma forma de entretenimento simples para os gamers. No entanto, o contexto de eSports começou a mudar recentemente no Japão, quando a Escola de Anime de Tóquio, lançou um curso de eSports focado em atrair gamers de todo o mundo e, ao mesmo tempo, transformar os jogadores gamers em profissionais dentro do mundo dos videogames.

Por meio de lições práticas em vários gêneros de eSports, como FPS, luta ou RTS, além de cursos de inglês e gerenciamento pessoal dentro dessa indústria, aulas de desenvolvimento de videogames e o uso de facilidades de nível profissional, é como os gamers japoneses procuram entrar totalmente no grande palco dos eSports.



Grandes empresas participam de eSports

Com a abertura dos gamers japoneses para o setor de eSports, grandes empresas locais também começaram a participar deste competitivo mercado internacional. Como mostra o site da ESPN, a desenvolvedora Konami já iniciou a construção de um centro de eSports no bairro de Ginza, no centro de Tóquio, sendo o primeiro desse tipo em solo japonês. Desta forma, a Konami junta-se às empresas que promovem e acompanham os eSports, assim como faz a plataforma de apostas esportivas Betway, que tem uma secção completa dedicada a competições internacionais como a Overwatch League, o Campeonato Mundial de Hearthstone, ou a Korea Starcraft League. Além disso, o Japão é bem conhecido por ter um dos maiores cenários competitivos dentro de jogos de luta, com jogadores que se destacam em jogos como Street Fighter V e Tekken 7.

Em relação ao acima, o site eSporTV também cobriu o evento EVO Japão 2019, que é um dos maiores eventos de jogos de luta que existem, e foi realizado pela segunda vez no país do sol nascente como uma edição alternativa do circuito estadunidense Evolution Championship Series. Nesta competição, mais de 7 mil gamers e mais de 2500 assistentes participaram do evento em que os vencedores de cada modalidade ganharam um prêmio de 3 milhões de ienes (R$ 100 mil).

Os grandes contrastes da indústria japonesa de videogames

Certamente, a indústria de videogames no Japão é um dos grandes contrastes, já que, por sua vez, a história do Xbox no Japão se tornou numa de fracasso e desinteresse por parte do público gamer, já que, apesar do que o console de Microsoft tem um sucesso relativo em todo mundo, nunca obteve bons resultados no mercado japonês. Muito disso se deve à grande concorrência que a marca americana tem de enfrentar na terra da Nintendo e da Sony com seus respectivos consoles, além de tentar ganhar a participação de desenvolvedores japoneses de videogames para poderem criar um caminho próprio nesse mercado asiático.

Enquanto isso, e como mencionado pelo site UOL, a Nintendo menciona que eles poderiam se afastar do mercado de consoles a longo prazo, para se concentrar em conteúdo para smartphones, parques temáticos e filmes. O que precede, de acordo com o presidente da Nintendo, Shuntaro Furukawa, poderia neutralizar a instabilidade do mercado de videogames, caso isso seja necessário em um futuro próximo.

Japão saúda os eSports - consoles games 2
Image Source: Pixabay

O país do sol nascente tem uma história muito rica no contexto dos videogames, com seus famosos salões de fliperama que apareceram nos anos 80 e 90 e ainda estão vivos na atualidade. Com a recente abertura que os gamers japoneses deram aos eSports, espera-se que as arenas de eSports e os grandes torneios organizados dentro deles, logo se tornem parte da paisagem que já contém parques temáticos focados na realidade virtual, ajudando assim a quebrar a barreira entre os planos físico e digital no entretenimento competitivo.

Compartilhe Nosso artigo:

Comentários do site