O segredo do Alibaba para trazer a Ásia para o mundo

, ,
Post by //



[Total: 0 Nota: 0]

O Alibaba está se posicionando como uma das principais conexões para o comércio eletrônico no Japão, servindo como ponto de referência para clientes e vendedores entre a Ásia e o resto do mundo. Ao construir uma ponte entre a China, o Japão e o continente americano, Jack Ma, o fundador do Alibaba, também se tornou uma das pessoas mais ricas do mundo.

O segredo do Alibaba para trazer a Ásia para o mundo
imagem de japantimes.co.jp

Em maio de 2008, o Alibaba anunciou suas intenções de intensificar suas operações no Japão — o maior parceiro comercial da China — e lançou Alibaba.com Japan. A formação foi feita em conjunto com a Softbank, uma grande e diversificada corporação japonesa de telecomunicações e mídia. Ao fazer isso, o Alibaba abriu as portas do mercado japonês para o resto do mundo, permitindo que seus clientes tivessem acesso a todos os tipos de mercadorias do Japão, dos itens cotidianos ao extravagante, e deixando de lado as diferenças entre o Japão e China. Hoje, o Alibaba é consolidado como uma das empresas mais bem sucedidas do mundo, após vários anos de trabalho árduo.

Imagem de asia-nikkei


Como o Alibaba se tornou tão grande?

A história de sucesso de Jack Ma é de muito trabalho e visão para o futuro, porque, depois de começar a ganhar dinheiro dando aulas de inglês por US$14 por mês, ele se tornou um dos homens mais ricos do mundo. Jack Ma é declaradamente o primeiro a lançar um site comercial na China. Em setembro de 1995, o chinapages.com, um diretório de empresas, entra no ar e depois de dez anos, Jack Ma o torna numa das empresas de Internet mais bem sucedidas da China, e conseguindo assim entrar na lista dos bilionários da Forbes, ao acumular uma fortuna de US$39 bilhões no lapso de 10 anos de acordo com a Betway Casino (entre seus 35 e 45 anos), e colocando seu nome ao lado de grandes personalidades, como Jeff Bezos, Warren Buffett, Mark Zuckerberg ou Larry Ellison, quem também trabalharam duro para construir o seu caminho para o sucesso, globalizando seus negócios.

No caso do Alibaba, Jack Ma decidiu contratar especialistas estrangeiros para ajudar a empresa a se globalizar. O modelo do Alibaba foi sabiamente antecipado sobre a situação do mercado, pois, foi somente depois do ano 2000 que a penetração da Internet na China começou a se tornar significativa e também o volume total de exportação foi crescendo significativamente. Para ter sucesso internacional, a Alibaba teve primeiro sucesso no mercado doméstico chinês e, em 2003, a Alibaba lançou o Taobao, que agora é o maior mercado de compras online para consumidores na China. Depois que a Taobao foi criada, não demorou muito para que em 2005, ela superasse seu rival dos EUA, o eBay, como líder no mercado consumidor-consumidor na China. Além disso, o Alibaba lançou a Alimama, a maior plataforma de intercâmbio de publicidade online da China, e o Alipay, o principal serviço de pagamento online da China.

O modelo inicial de negócios do Alibaba era simples; para facilitar uma plataforma de reuniões 24/7 (funcionando como um Konbini online) para fornecedores e compradores em todo o mundo. Desde o início, a Alibaba não apenas conectou fornecedores chineses com compradores internacionais, mas também teve como objetivo conectar todos os importadores e exportadores de todo o mundo. Ao fazer isso, tornou-se a primeira empresa global de Internet emergindo da China. Apesar dos céticos e da concorrência acirrada, o modelo global em que os compradores usam o site gratuitamente e os vendedores pagam, se mostrou bastante viável: atualmente, o mercado do Alibaba tem mais de 552 milhões de usuários registrados em mais de 200 países e territórios.

Ao contrário da maioria das outras empresas de Internet, a linguagem não foi uma barreira para o Alibaba. Sua base de associados sempre se comunicava em inglês mesmo antes de o Alibaba chegar ao mercado americano, de modo que seus membros não ingleses já estavam acostumados a se comunicar em um idioma diferente. O Alibaba basicamente funciona como um casamenteiro e fornece uma plataforma barata e eficiente onde os vendedores de todo o mundo — na prática, principalmente a China — podem encontrar compradores estrangeiros apropriados e vice-versa.

O segredo do Alibaba para trazer a Ásia para o mundo
imagem de ndtv.com


O futuro do Alibaba

A Alibaba está expandindo suas operações para mercados além do eCommerce, investindo com sucesso em áreas como Cloud computing e serviços (Alibaba Cloud), Entretenimento (AliMusic, Alibaba Pictures), Fintech e plataformas de pagamento online (Alipay), Inteligência Artificial (AliGenie) e até esportes (AliSports), sendo o principal patrocinador da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2015 a 2022. A visão do Alibaba para o futuro, é usar seu ecossistema (core business, cloud, logística, entretenimento e locações físicas) para apoiar a estratégia dos “Cinco Novos” que capacita indivíduos, pequenas e médias empresas, agricultores e empresas de todos os tamanhos para fazer negócios globalmente. Jack Ma explica sua ideia dos “Cinco Novos” como Novo Varejo, Novas Finanças, Novas Manufaturas, Novas Tecnologias e Novas Energias.

O segredo do Alibaba para trazer a Ásia para o mundo
imagem de scmp.com

As implicações para o futuro da economia e das tecnologias asiáticas e da China, como líder no livre comércio global são enormes, uma vez que o Alibaba está moldando o futuro do eCommerce, o consumo global e as cadeias de suprimento.

Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:



Comentários do site