Rage – O que está acontecendo com o ser humano?


Post by //

Trabalhando na internet eu percebo como o ser humano anda estressado, sem inteligência e opinião própria. Ao longo do tempo eu acompanho não apenas brigas na comunidade brasileira no Japão, mas em qualquer área como youtubers, fans de jogos, isso sem citar as discussões politicam nas redes sociais sem nenhuma relevância. Acho que todos sabemos que vivemos na era do mimimi.

Eu sou uma pessoa que não consigo resistir e vivo perdendo tempo discutindo em comentários de sites de jogos com haters que criticam o console da Nintendo por falta de poder em hardware ou por jogos coloridos. Estou acostumado com comentários sem sentido, insistência em estar certo e uma falta de interpretação sem lógica aos meus comentários.

Hoje eu presenciei um evento diferente, que apesar de ser algo comum, me fez pensar em algumas coisas a ponto de escrever esse artigo. Nas redes sociais eu vi duas páginas do facebook brigando, a Caipira no Japão e a Elisa no Japão. Eu não quero focar nessas pessoas, mas elas me lembraram um cenário bastante comum que eu desejo discutir.

O poder de manipulação

Pessoas que possuem uma certa fama na internet possuem o poder de controlar as pessoas. Eu como fan de alguns canais do youtube já tomei decisões influenciado pelas pessoas que eu admiro. Hoje, em menos de 24 horas, aconteceu um fenômeno terrível, resultado da atitude dessas pessoas famosas que fazem as coisas sem pensar.

O Caipira no Japão postou uma critica ao conteúdo que viraliza e faz sucesso na internet. A Elisa no Japão acabou achando que esse post foi uma indireta pra ela, e criou um texto em sua página desabafando sobre isso. Os fans seguindo o ódio foram na página do caipira do Japão e soltaram um ataque de rage, xingaram e comentavam falando que o conteúdo era um lixo, apenas por que a Elisa falou.

Eu não culpo a Elisa pelo ocorrido. Se eu pensa-se que aquele texto era pra mim, também ficaria bravo e acabaria tomando uma atitude parecida. Só que essa reação dos fans e o alcance da publicação só mostra a geração de pessoas que estamos vivendo. O Caipira tem razão em dizer que o que mais gera views são assuntos polêmicos, brigas ou artigos que disseminam ódio.

Algo parecido já aconteceu com Kefera que fez um vídeo falando que foi humilhada por um taxista, o pior que ela ainda identificou o cara e acabou sendo processada por isso. Diversos youtubers usam seu poder, na maioria das vezes sem querer ou pensar. Isso resulta num bando de manada fans atacando ou fazendo coisas ruins contra a pessoa.

O efeito manada

As pessoas reagem ao impulso sem nem se quer raciocinar o que estão fazendo. A internet é uma fonte gigantesca de conhecimento, mas parece que cada ano que passa as pessoas estão ficando cada vez mais burras. É muita vergonha alheia alguém sair na página de outros xingando, não importa o motivo. As pessoas estão sendo facilmente manipuladas e seguindo o efeito manada, isso que quero destacar nesse texto!

O que é o efeito manada? São situações que indivíduos em grupo reagem todos da mesma forma, ao mesmo tempo, sem nenhuma direção planejada ou objetivo relevante. Isso acontece não apenas com seguidores de socialite ou youtubers, mas em todas as áreas da vida.

Eu conheço o efeito manada principalmente no marketing, porque eu percebo que os criadores de conteúdo estão fazendo a mesma coisa para vender seus cursos. Eles usam a mesma abordagem sem tentar ser diferente. No youtube aconteceu a mesma coisa, só foi alguém fazer um vídeo viral que outros milhares copiam, sem nunca tentar inovar.

Até mesmo na culinária brasileira eu percebo o efeito manada. Existem milhares de pratos japoneses ou culinárias de outros países, mas sempre as pessoas abrem restaurantes da mesma coisa, sushi, yakisoba, xtudo ou pizza. A inovação, ideias e pensamentos próprios no Brasil está morto. Enquanto no Japão temos uma indústria capitalista focada em inventar coisas novas, no Brasil temos uma indústria preparada para copiar ideias de sucesso.

O conteúdo câncer da Internet

O Caipira no Japão citou o caso da Day McCarthy que atacou a filha de Bruno Gagliasso de modo racista. Como ele citou, a menina rapidamente conseguiu 50 mil seguidores em um dia. Além disso, diversas páginas e perfis falsos da Day McCarthy foram criados por outras pessoas para aproveitarem o momento e conseguirem seguidores.

Isso só mostra o quão a humanidade é estúpida a ponto de adorar outras pessoas e seguirem todos os passos bons e ruins de alguém. Não existe problema nenhum em admirar o trabalho ou conteúdo de outras pessoas. Eu fico muito feliz quando percebo um aumento de visitas em meu site ou um número constante de comentários. Só que as pessoas estão passando do limite a ponto de idolatrar outras pessoas famosas.

O pior não é nem seguir essas pessoas, mas sim o conteúdo que faz sucesso na internet hoje. As pessoas só gostam de merda, essa é a verdade! Conhecimento, informação e conteúdo que vai trazer a educação, honestidade e benefícios a nossa nação não tem absolutamente quase nenhum interesse para sociedade. Eu amo animes, mas enquanto me esforço pra escrever artigos sobre o Japão, percebo que o público Otaku é 100X maior que a comunidade de pessoas que admiram o Japão e sua cultura.

No youtube a mesma coisa está acontecendo. Conheço amigos como o Wilson da Colônia contra ataca que demora meses para fazer um vídeo bem editado, parado nos 400.000 inscritos, enquanto outros que fazem vídeo sem nenhuma edição ou preparo recebem milhões de inscritos.



A falta de inteligência das pessoas

O problema não está no conteúdo que as pessoas assistem, mas na falta de pensamento próprio e raciocínio perante o assunto. Estamos vivendo em uma onda gigantesca onde todas as idades estão usando aplicativos como whatsapp e redes sociais como facebook. Mesmo assim, com o google em mãos, milhares de pessoas compartilham todos os dias notícias falsas apenas por que leu um título sensacionalista e acreditou.

As pessoas não buscam fonte, compartilha tudo que parece polêmico e sensacionalista.  O resultado disso é cada vez menos conteúdo de qualidade e mais conteúdo falso e mal trabalhado, feito apenas para gerar visitas e ganhos. Eu mesmo percebi um alcance e compartilhamento muito maior em artigos sem conteúdo inteligente que eu escrevo, do que aqueles artigos que eu passo o dia inteiro pesquisando pra fazer.

Se esforce mais! Pense antes de agir! Se você acha ofensivo eu chamar as pessoas de burras, ou dizer que elas estão sendo manipuladas e influenciadas. A resposta é simples: Não seja essas pessoas! Eu já fui uma pessoa que agia por impulso! Eu já disseminei ódio! Na maioria das vezes, todos os problemas acontecem por causa da falta de paciência e raciocínio!

Muitos dizem que filmes e jogos violentos, conteúdo adulto e amizades não influenciam as pessoas. Então como a maioria delas estão sendo influenciadas por simples comentários em texto nas redes sociais? Sim, o problema não está no conteúdo que elas assistem, mas na própria pessoa! Eu realmente não entendo o que aconteceu com o ser humano.

[Total: 1 Nota: 2]
Por Favor! Compartilhe Nosso artigo:


2 comentários sobre “Rage – O que está acontecendo com o ser humano?

  1. excelente matéria sempre compartilho seus artigos no meu grupo,porque agregam de alguma forma,antigamente o ser humano era movido por perguntas e respostas,hoje ele é movido por polemicas e sensacionalista.
    e realmente as pessoas não estão criando nenhum conteúdo simplesmente só copiam,se você for no youtube procura canais de games,90% é crtl+C e crtl+v.

  2. Quem curte estes tipos de vídeos sem conteúdo nenhum só tenho uma resposta pra isso: Vc é aquilo que te atrai!
    São pessoas sem conteúdo tb, onde não possamos sentar com ela e poder debater sobre qualquer assunto porque ela vai ficar boiando rsrs
    Estas pessoas não tem o hábito de uma boa leitura, de informações que tragam a elas conhecimentos
    Gostam mesmo de vídeos toscos, de tretas em redes sociais e o triste disso é onde se vê mais seguidores
    Esta é infelizmente a geração mente vazia!

Comentários do site