Notícias

Japão irá investir ¥5 bilhões em ferrovias urbanas no Brasil

Japão irá investir ¥5 bilhões em ferrovias urbanas no Brasil
Compartilhe nas redes sociais:

O jornal Nihon Keizai informou nesta quarta-feira que um fundo público-privado japonês, irá participar de vários projetos de ferrovias urbanas no Brasil.

A Mistsui, que já tem parceria com Odebrecht, irá dividir sua participação com a JR Nishi (West Japan Railway ) e com a JOIN (Japan Overseas Infrastructure Investment Corp.).

Segundo o jornal, o fundo japonês irá participar da construção de uma ferrovia no estado do Rio de Janeiro, que está em execução, e uma linha do metrô de São Paulo, prevista para entrar em operação em 2021.

Segundo o comunicado da parceria entre Mistsui e Odebrecht no mês passado, os empreendimentos devem receber cerca de 17 bilhões de investimentos até 2020.

A JOIN, que é gerida pelo Ministério dos Transportes do Japão, enviará ao Brasil engenheiros e profissionais especializados em ferrovias. Estima-se que o fundo irá investir mais de ¥5 bilhões (mais de 150 milhões de reais) no Brasil.



Alem disso, outros projetos estão em em implantação com a parceria entre Mistsui e Odebrecht que são a VLT Carioca e VLT de Goiânia.

Compartilhe nas redes sociais:
  • Izaura

    Olá! Não sei quando foi postada essa materia pois não encontrei a data. Aliás, fica a dica: sempre datar as matérias . Mas o que me deixa com sérias dúvidas quando a esse empreendimento é o fato da empresa parceira no Brasil ser a Odebrecht. Se for a mesma Odebrecht envolvida em escândalos de corrupção da Operação Lava Jato, e cujo presidente está preso desde 2015, tenho sérias desconfianças de que não vai prestar. Será que temos mesmo algo a comemorar….

  • kevin

    É que paramos de publicar noticias, então tiramos as datas… Mas as noticias antigas ficaram, e o programa q compartilha automaticamente no face deve ter publicado… Eu vi que gerou muitos shared mesmo.

  • Rui

    Essa matéria é real? Ela é atual?

  • kevin

    Sim mas é de 2015… Esqueci de excluir ela da lista de publicação automática então ela saiu na página recentemente e o povo compartilhou…