Cultura / Curiosidades / Japão

Gueixa – Quem realmente são? História e Curiosidades

Gueixa – Quem realmente são? História e Curiosidades
Compartilhe nas redes sociais:


Gueixa ou Geisha(芸者) são mulheres japonesas que estudam a tradição milenar da arte, dança e canto. No Japão, ser gueixa é uma condição cultural, simbólica e repleta de status, delicadeza e tradição. O próprio nome 芸者 gueixa pode ser literalmente traduzido como arte (gei – 芸) e pessoa” ou “praticante” (sha – 者) ou pode ser simplesmente traduzido como artista. As gueixas também podem ser chamadas de Geiko (芸子, Geiko) ou Gueigi (芸妓, Gueigi).

As gueixas vivem em bairros conhecidos como hanamachi (花街 – Cidade das flores) em aposentos que são chamados de okyia onde são fornecidos comida, conselho, quimonos, obis e outras ferramentas e tratamentos especiais durante seu contrato de gueixa chamado de nenki. Elas trabalham em locais chamados de Ochaya, que são as casas de chá onde as Gueixas oferecemhttps://skdesu.com/gueixa-curiosidades-historia/ um entretenimento que consiste em conversas, flerte, bebidas, jogos tradicionais, espetáculos musicais, canto e dança.

As gueixas costumam tocar o tradicional instrumento shamisen, e também tocam flauta, koto, ko-tsuzumi e taiko. Algumas além de tocar e dançar compõem poemas, pintam imagens e compõem músicas. Elas aprendem técnicas de conversa e jogos para entreter os convidados. Ser geisha não exige beleza, elas também tem que aprender caligrafia shodo e cerimônia do chá. 

gueixa

As gueixas também são bastante misteriosas, elas tentavam ser o mais anônima possível, utilizando nomes artísticos que davam um ar de misterioso e fascinava ainda mais os clientes. Tudo nas gueixas são bastante trabalhado e delicado, desde seu penteado totalmente complexo, seu quimono que e sua maquiagem branca, uma gueixa levava cerca de 2 a 3 horas para se arrumar.

A maior parte dos clientes de uma gueixa são homens mais velhos ou ricos e que possuem grande admiração pela cultura japonesa. As gueixas transmitem a idéia de uma mulher perfeita, e fazem seus clientes se sentirem valorizados e atraentes.



Gueixas são prostitutas?

Muitos ocidentais acreditam que Gueixa são prostitutas, uma ideia completamente errada. Ao contrario, as Gueixas foram criadas para entretenimento sem sexo, elas eram proibidas de vender sexo. Isso porquê na época as prostitutas no Japão eram licenciadas e conhecidas como Oiran (花魁) cortesãs. Assim, a rotina das Gueixas eram completamente supervisionadas, elas não tinha a liberdade pra fazer o que bem entendem, prostituirem iria atrapalhar os negócios das Oiran.

Vale lembrar que nos estágios iniciais da historia do Japão, existiam artistas chamadas de saburuko, muitas sem famílias acabavam se prostituindo ou ganhavam a vida entretendo a alta classe em reuniões sociais. Com tempo surgiu a divisão entre as que faziam favores sexuais e as que trabalhavam entretendo as pessoas com dança, arte, jogos e música.

gueixa

Não culpamos os ocidentais de fazerem essas confusões, ambas Gueixas, Orians e outras classificações de garotas que trabalhavam nos bairros de lazer, utilizavam uma vestimenta e maquiagem parecida. Outro motivo para essa confusão é que algumas mulheres que se tornaram Gueixa já foram prostitutas. Para se ter ideia, as primeiras Gueixa na verdade eram homens entretendo clientes que esperavam as cortesãs, eles eram conhecidos como “Taikomochi” ou “Houkan”. Tornar-se gueixa era uma maneira das garotas sairem do mundo da prostituição e ir para o mundo da arte.

De qualquer forma é inegável que antigamente as pessoas procuravam esses locais para entretenimento. Tanto que eram conhecidos como “Quarteirões do Prazer” (yuukaku – 游廓). Foram nesses locais que muitas coisas atuais da cultura japonesa surgiram, como o Kabuki que atualmente é um teatro realizado por homens, mas que antigamente era uma dança sensual.

Gueixas sem relacionamentos

As gueixas também não podiam se envolver em relacionamentos sérios. Se resolvessem casar por exemplo, a gueixa era obrigada a se aposentar definitivamente da profissão. Podemos comparar as gueixas com as atuais Idols japonesas, caso apareça algum escândalo de elas sairem ou se relacionarem com alguém, isso pode estragar a carreira delas e afetar os fans que são apaixonados por elas, da mesma forma as gueixas evitam relacionamentos como prostituição.

Apesar de tudo isso, existia uma prática na cerimônia chamada Mizuage, onde uma Maiko (Aprendiz) se Torna Gueixa, onde sua virgindade era leiloada e o dinheiro usado para promover sua estreia. Essa prática se tornou ilegal em 1959.

gueixa

O que aconteceu com as Gueixa?

As Gueixa eram bastante populares no Japão, tanto que virou até uma ocupação feminina. Elas eram conhecidas como mulheres elegantes e de alta classe. Ser gueixa era honroso e glamoroso, muitas delas começaram seu treinamento desde pequenas, por volta de 3 a 5 anos, com a média de 9 anos.

As Gueixa diminuíram bastante por volta da segunda guerra mundial, isso porquê as casas de chá, bares e casas das gueixas foram forçadas a fechar, e todos os funcionários foram colocados para trabalhar em fabricas para a guerra. O país considerada o treinamento desde a infância das gueixas como trabalho infantil.

O nome geisha também perdeu seu significado, porque as prostitutas passaram a se referir como gueixas para militares americanos. Depois de um tempo as casas das gueixas foram autorizadas a serem abertas, as poucas mulheres que voltaram, decidiram rejeitar a influência ocidental e retomar as formas tradicionais de entretenimento e vida.

Atualmente existem poucas gueixas no Japão em comparação com antigamente, elas podem ser encontradas na hanamachi distritos das gueixas em cidades como Kyoto. Entrar em uma casa de chá ou restaurante que possui gueixas atualmente é algo de luxo e muito caro, ser gueixa é uma profissão bastante rentável, porém complicada e exigente. Em 1920 existia cerca de 80.000 gueixas. Em 1970 aproximadamente 17.000. E hoje em dia, estima-se cerca de mil gueixas tradicionais

gueixa

Classificações e Formações das Gueixas

As crianças ou filhas que eram treinadas como gueixas eram conhecidas como hangyoku. Na época exigia um longo treinamento para se tornar gueixa e elas passavam pelos seguintes estágios:

  • Shikomi – Significa “serva”.
  • Minarai – Significa “aprender observando”.
  • Hangyuku – Significa meia-joia – elas recebem metade do salário de uma gueixa. (Maiko)
  • Maiko – Fase final da formação, significa “a menina que dança”.

Atualmente as mulheres podem diretamente se tornar gueixa ou maiko. Uma mulher acima dos 21 anos é velha demais para se tornar maiko, então ela já se torna Gueixa. Garotas podem se tornar aprendizes (Maiko) antes dos 18 anos. Elas fazem e aprendem tudo com sua onee-san uma gueixa experiente que serve como tutora. Ser Maiko tem suas vantagens e prestígios, elas estão no auge da feminilidade. Após 5 anos como Maiko, ou ao passar da idade elas se tornam Gueixa e lucram muito mais.

As gueixas eram autorizadas a ter um danna, um homem rico que arcava com os custos do seu treinamento. Não acontecia nenhuma troca de favores sexuais, porém em alguns casos podia estar acontecendo um romance proibido entre os dois. Caso uma gueixa resolver casar, ela participava de uma cerimônia Hiki Iwai (comemoração da separação), assim ela deixava de ser uma gueixa e às vezes encontrava um protetor danna que lhe sustentava.

gueixa

Diferenciando Gueixa de Maiko

Para diferenciar uma Gueixa de uma Maiko, basta olhar em seu colarinho. Uma Maiko costuma usar quimonos com cores fortes e um colarinho vermelho. Enquanto uma Gueixa costuma usar cores suaves e um colarinho branco.

Existem muitos detalhes sobre as gueixas que não foram citados. São muitas informação para apenas um artigo, por isso vamos finalizar por aqui. Recomendamos que leia também outros artigos relacionados:



Recomendamos também: 

Compartilhe nas redes sociais:

1 comentário

  1. Adorei o artigo.
    Parabéns Kevin.

    Resposta

Comentários do site