Cultura / Japão / Mídia / Otaku

Você sabe o que é um Shinigami?

Você sabe o que é um Shinigami?

Shinigami (死神) significa “Deus da Morte” ou “Espírito da Morte”, eles são introduzidos como entidades sobrenaturais na Mitologia japonesa. Eles são conhecidos por induzirem seres humanos à cometerem suicídio.

No ocidente shinigamis são vagamente confundidos com a “Morte”, aquela que tira a vida humana, varrendo a pessoa da existência aqui na terra e as conduzindo ao outro mundo.

A representação do Shinigami na religião

No budismo o shinigami tem outro nome, Mrtyu-mara (Morte), ele se apresenta como a personificação da tentação e segundo a crença, quem fosse possuído por esse demônio e estivesse em desamparo, seria incitado ao suicídio. Muitas vezes ele é confundido com uma explicação do ato intencional de morrer.

Em escrituras antigas o shinigami também era o demônio que caracterizava o tempo que cada pessoa tinha de vida.

Deus da morte na literatura clássica

Eles são mencionados na literatura clássica do Período Edo, no livro “Ehon Hyaku Monogatari” de 1841, surgiu uma história intitulada de “Shinigami”, diferente do Deus da Morte que induzia as pessoas ao suicídio, esta história apresentava o Deus da Morte como a reencarnação do espírito mal-intencionado de um Morto, ele aproveitava das más intenções de suas vítimas e estas eram conduzidas aos maus caminhos, resultando em incidentes e casos de assassinatos, e assim, eles se enquadraram no lugar de subjugar as pessoas, assumiam o controle da pessoa e elas se suicidavam.

Shinigamis na cultura-popular

Após a guerra, a noção ocidental sobre o deus da morte estabeleceu-se no Japão e o Shinigami começou a ser encarado como uma existência na natureza humana. O termo Shinigami se tornou algo popular no japão, deixando de ser um ser temido e atormentador, tendo diversas obras em formatos de livros, mangás e animes, tornando o mito do Deus da Morte popular, também no Ocidente.

Mitos e Lendas sobre Shinigamis

Os shinigamis são também mencionados na cultura popular pós-guerra. De acordo com os hábitos e costumes de Miyajima, na província de Kumamoto, aqueles que saíssem durante a noite para conhecer alguém, deveriam tomar chá ou comer um prato de arroz antes de dormir, pois diz-se que se tal receita fosse ignorada, um shinigami visitá-lo-ia.

Na zona de Hamamatsu, província de Shizuoka, existe o mito de que um shinigami possui pessoas, conduzindo-as para as montanhas, mares e caminhos de ferro, onde outras haviam morrido. Nesses lugares, os mortos “regressam da morte” (shiniban) e caso não houvesse ninguém para morrer, estes nunca ascenderiam mesmo que prestassem um serviço; assim, diz-se que as pessoas que estavam vivas seriam convidadas pela morte para numa próxima regressarem.

Noutro contexto, é comum visitar os túmulos em prol de Higan durante o meio-dia ou quando o sol se põe, no entanto, na província de Okayama, visitar um jazigo ao nascer do sol, poderia resultar na possessão da pessoa, vítima de um shinigami. Uma vez que se tenha visitado o túmulo no pôr do sol, seria necessário regressar ao local também durante o amanhecer, porque ignorando isso, um shinigami poderia voltar e possuir o indivíduo. Com esta teoria da crença popular, pensa-se também que às vezes as pessoas consideram que o bourei (亡霊, lit. fantasma) do falecido, que não tem ninguém para divinizá-lo, procure alguém para convidá-lo a que este se una a eles na morte.

Animes que apresentam Shinigamis

Death Note – Light Yagami é o melhor estudante do Japão. Um dia, sua vida sofre uma mudança radical, quando ele entediado, encontra um estranho caderno sobrenatural chamado “Death Note”, caído no chão. Atrás do caderno havia instruções sobre sua utilização, onde dizia que se escrevesse o nome de uma pessoa e visualizasse mentalmente o rosto desta, (se não especificasse a sua morte) ela morreria de um ataque cardíaco em 40 segundos. No início, Light desconfiava da autenticidade do caderno, mas depois de testá-lo em duas ocasiões, ele percebe que seu poder era verdadeiro.

Depois de cinco dias, ele é visitado pelo verdadeiro proprietário do Death Note, um shinigami chamado Ryuk, que conta que ele tinha deixado cair o caderno na Terra porque estava entediado, e Light, então, lhe diz que o seu objetivo era matar todos os criminosos, a fim de purificar o mundo do mal e tornar-se o “deus do novo mundo”.

Bleach – conta a história de Kurosagi Ichigo, um jovem adolescente que acidentalmente ganha poderes de outra shinigami, Kuchiki Rukia.

Soul Eater  – Soul Eater conta a história dos artesões estudantes de uma Escola Técnica do Shinigami. Cada um tem uma arma difernte que é também o seu parceiro. Todos estudantes e armas vão as aulas e tem dever de casa pra fazer. O dever de casa normalmente consiste em capturar uma certa alma ou manter a paz no Mundo.

Shinigami no Ballad – Uma shinigami vestida de branco, com uma foice na mão e acompanhada de um gato falante com asas. Essa é uma descrição básica dos dois principais personagens da série: Momo, a Shinigami e Daniel, o gato voador.

São 6 histórias independentes. A cada história, Momo, se relacionará com diversos personagens que, de alguma maneira, se ligaram com a morte com a perda de amigos, parentes ou de si mesmo. Ela irá trabalhar com o emocional e a memória de todos, tentando reverter ou consertar o ódio, arrependimento, nostalgia ou tristeza dos personagens que perderam uma pessoa querida.

Espero que tenham gostado do artigo! Qual sua opinião sobre os shinigami? Agradeço aos comentários e compartilhamentos.

Foto de perfil de Leonardo de Paula
Sou um estudante, mas dedico boa parte do meu tempo no aprendizado de Japonês e ao Suki-Desu. O Japão é o meu lugar ideal, pela sua cultura e idioma. Eu também curto animes, mangás, jogos, entre outros.

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.