Dicas / Nihongo

Método RTK – A melhor maneira de aprender Kanji

Método RTK – A melhor maneira de aprender Kanji
Compartilhe nas redes sociais:


Kanji, os ideogramas no japonês que foram importados da China são uma das coisas mais assustadoras de se aprender. Existem mais de 2000 kanji e você precisa aprender ao menos uns 1200 para ter uma certa fluência no Japonês. Muitos ficam totalmente perdidos e não fazem a mínima ideia de como aprender os kanji dos idiomas japonês, neste artigo vamos falar sobre um dos melhores métodos para aprender esse Idioma, o famoso método RTK – Remembering the Kanji.

O RTK (remembering the Kanji) é um Livro de três volumes escritos por James Heisig destinado a ensinar os 3007 kanji frequentes usados na Língua Japonesa. O Livro está disponível em vários idiomas além do Inglês, incluindo português. No Brasil ele é vendido pelo nome Kanji Imaginar para Aprender. James Heisig criou seu próprio método e conseguiu aprender mais de 3000 ideogramas da língua japonesa em poucos meses. Ele compartilha tudo nesse livro que vamos abordar neste artigo.

Qual o objetivo do Livro – RTK

O objetivo desse livro é ensinar Kanji de uma maneira totalmente diferente do JLPT. Nesse livro eles não ensinam da maneira tradicional, traços e etc. Aqui eles ensinam utilizando Radicais e partes compostas dos ideogramas para facilitar a compreensão de ideogramas até mesmo desconhecidos. O objetivo do livro é fazer com que você não esqueça o significado e os traços do Kanji utilizando a memória imaginativa.

rtk - remembering the kanji - imaginar para aprender

O objetivo do livro é proporcionar ao estudante de japonês um método simples para correlacionar a escrita e o significado dos caracteres japoneses, de modo que ambos aspectos se tornem fáceis de recordar. Este método oferece uma nova perspectiva para o aprendizado dos kanji, mostrando como vencer as complexidades do sistema de escrita japonês, assinalando seus elementos básicos e sugerindo modos de reconstruir os significados a partir de tais elementos. Até mesmo estudantes de japonês avançado costuma utilizar e conhecer o método.

O método exige que o aluno invente suas próprias histórias para associar o significado da palavra-chave com a forma escrita. O livro apresenta histórias detalhadas, e com passar do tempo histórias menos detalhadas. Isso é para incentivar o aluno a usar as histórias como prática para criar a sua própria. O método parece ser bem aleatório, mas exige que você realmente conheça os componentes e significados dos ideogramas antes de ficar tentando criar suas próprias historias e reconstruir os elementos. Por isso o livro dedica em explicar cada radical e kanji que serve como componente.

Usar o RTK significa abandonar o JLPT?

O JLPT separa os kanji por frequência de uso, enquanto o RTK valoriza os traços, radicais e kanji que são utilizados como componentes. Na minha opinião não faz diferença nenhuma a ordem com que se aprende Kanji, porque eu sempre indico a pessoa a aprender o japonês de acordo com sua própria necessidade.

É fato que a melhor maneira de aprender kanji é utilizando seus radicais e componentes junto com sua imaginação. Não importa se você vai seguir a ordem de aprendizado do JLPT ou sua própria ordem. Sendo assim chegamos a conclusão de que o método RTK pode ser aplicado junto com qualquer método de estudo.

O JLPT- Nihongo Nouryoku Shiken - Exame de proficiência em japonês

Estudantes de japoneses que estão em um Nível muito avançado procuram utilizar esse método. Mesmo que você tenha aprendido kanji utilizando a ordem dos traços e suas leituras ON e KUN, é importante aprender o kanji utilizando o método RTK porque cada kanji possui uma história que vai te ajudar a associar outros kanji relacionados. Recomendamos usar todos os métodos em conjunto para uma experiência mais confortável.

Exemplos do Método RTK

Vamos ver uma lista do método sendo aplicado de maneira simples abaixo:

– Esse é o ideograma de afeição, gostar e amor. Ele é composto dos kanji mulher (女) + criança (子), podemos assimilar o amor de uma mãe pelo filho ou do filho pela mãe para recordarmos o significado e essência do kanji. Um amigo meu já recordou de uma maneira diferente, ele acha que homem gosta de mulher jovem, já que 女の子 significa menina.

– Esse é o ideograma de grande. Ele é composto do ideograma de pessoa (人) com um traço que representa os braços. Ela está ocupando um grande espaço com suas pernas e braços estendidos, por isso significa grande.

– Esse ideograma significa Gordo. Ele é o simples ideograma de grande com um traço em baixo. Podemos imaginar um gordo cansado com a língua pra fora ou com muito suor.

– Esse kanji significa precipício, acho que nem é preciso raciocinar o porque, basta olharmos e imaginarmos.

– Esse kanji significa pedra, ele é a junção de precipício (厂) + boca (口). Para relembrarmos e imaginarmos esse kanji podemos imaginar uma caverna em baixo do precipício que está fechada por uma grande rocha. Vale lembrar que esse ideograma é usado para qualquer tamanho de pedra.

– Esse é o kanji de ver e olhar. Ele é a junção dos ideogramas de olho (目) e o radical de perna (儿). Isso mostra claramente olhos grandes acoplados a uma perna, representa a capacidade de ver.

 

rtk - remembering the kanji - imaginar para aprender

Onde conseguir o Livro do RTK?

Esse livro é essencial para quem quer se aprofundar nos significados dos ideogramas japoneses e aprende-los de uma maneira mais simples e divertida. Podemos encontrar esses livros a venda na própria Amazon Brasil. Vamos deixar os links abaixo para você poder comprar caso deseje, basta clicar e comprar.

Infelizmente o Volume 2 e 3 parece não estar disponível em português, mas não se preocupe o volume 1 já abrange mais de 600 ideogramas e te deixa habilitado para descobrir naturalmente significados e componentes de ideogramas que você nunca viu na vida.

Vale deixar claro que o livro por se só não vai fazer com que você domine conhecimento de todos os ideogramas da língua japonesa. Nenhum livro, curso ou professor pode te deixar fluente ao menos que você se dedique! Você já teve a chance de ler esse livro? Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe o artigo com os amigos.



Compartilhe nas redes sociais: