Cultura

Religiões no Japão

Religiões no Japão

As religiões no Japão chegam a ser um pouco confusa, no mesmo momento em que metade a população afirma não ter religiões, quase 100 milhões de pessoas afirmam ser Budistas e Xintoístas.

A religião tradicional do Japão é o xintoísmo (Shintō – 神道) que significa literalmente “Caminho dos deuses”. O xintoísmo incorpora práticas espirituais derivadas de diversas tradições pré-históricas japonesas, locais e regionais, caracterizada pela adoração a divindades que representam as forças da natureza. Existem mais de 88.591 santuários xintoístas espalhado pelo Japão.

A história do budismo no Japão foi difundido em vários períodos diferentes, até que se tornou dominante no Japão. O budismo abrange diversas tradições, crenças e práticas geralmente baseadas nos ensinamentos de Buda. Existem mais de 85.439 templos budista espalhados pelo Japão.

templo

Coexistência

O Xintoísmo e o Budismo coexistem pacificamente, a maioria dos japoneses afirmam pertencer as 2 crenças, inclusive templos budistas e santuários xintoístas costumam ser encontrados junto nos mesmos locais. É comum os japoneses casarem com uma cerimônia xintoísta, e terem um funeral budista.

Os japoneses não costumam frequentar regulamente esses locais para adoração. Um bom número visita os templos e santuários na maioria das vezes em eventos, turismo, rituais e necessidades. Cerca de 100 milhões de japoneses afirmam ser xintoístas e 80 milhões budistas.

Ambas as religiões influenciaram bastante no estilo de vida e nas tradições, e superstições japonesas.

Cristianismo

A história do cristianismo no Japão teve início em 1549 quando um missionário jesuíta, Francisco Xavier chegou a Kagoshima acompanhado de um samurai, Ansei Yajiro. Apesar de grande oposição dos lideres e budistas do Japão, o cristianismo levado pelos jesuítas recebeu total apoio dos governantes, Oda Nobunaga e Hieyoshi Toyotomi.

Mas em  Julho de 1587, o generalíssimo Hideyoshi acossado de uma ira doentia determinou que os missionários não poderiam permanecer no país.  Houve perseguições, expulsões e destruição de igrejas. E em 1612 o cristianismo é colocado fora de lei. Uma inquisição foi instituída em 1640 pelo Xogun Iemitsu Tokugawa iniciando uma perseguição aos cristãos. Apenas em 1792 essa inquisição acabou e em 1873 o cristianismo foi reconhecido no Japão.

Atualmente existe aproximadamente 3 milhões de cristãos no Japão, e quase 10 mil igrejas e templos. O Cristianismo no Japão é ainda considerado por muitos japoneses como religião de estrangeiros. Uma das dificuldades do crescimento do cristianismo no Japão, é o compromisso de renunciar ao politeísmo do Xintoísmo e do Budismo japonês. Existem 32,036 sacerdotes cristãos e pastores no Japão.

Dados e Curiosidades

É interessante analisar que o fato do Japão não ter um compromisso com a espiritualidade, não significa que as pessoas não são boas. Uma pesquisa realizada no mundo inteiro indicou que 57% dos japoneses afirmam não ter uma religião, enquanto no Brasil 92% afirma pertencer a uma religião. E notamos uma controversa na atitude e estilo de vida das pessoas.

cha1

Abaixo vamos ver algumas curiosidades interessantes sobre diversas religiões presentes no Japão:

Shinshukyô (新宗教) 

Novas religiões como shinshukyô e shinkô-shukyô, surgiram e têm se expandido rapidamente no Japão, usando com habilidade os meios de comunicação de massa, técnicas de marketing e propaganda, estabelecendo suas próprias instituições educacionais, prometendo milagres e benefícios materiais e espirituais ainda nesta vida, e apresentando um proselitismo mais ativo.

Testemunhas de Jeová (Ehoba no shonin エホバの証人)

As Testemunhas de Jeová são cristãs e atualmente existem 215.703 delas no Japão, e 18 grupos são de língua portuguesa. A Tradução do novo mundo em japonês, bíblia usada por elas é uma das únicas que possui leitura com furigana.

O Japão é conhecido por um estilo de vida atarefado e corrido, além da população não acreditar na Bíblia. Ainda sim o Japão é o país mais dedicado na obra de pregação, onde 1 a cada 3 fazem um trabalho voluntário de dedicar no mínimo 50 horas todo mês no serviço de casa em casa (no Brasil é 1 a cada 10).

SGI  – Soka Gakkai Internacional

Como outra religião influenciada pelos países de fora aos costumes japoneses temos o Soka Gakkai Internacional. A SGI é uma organização não-governamental (ONG) filiada às Nações Unidas desde 1983 e presente em 190 países e territórios. Tem como objetivo fundamental promover a paz e o respeito pela dignidade humana. Seus membros desenvolvem amplas atividades nos campos da Paz, Cultura e Educação que incluem exposições, intercâmbios culturais e educativos, bem como ajuda humanitária em nível mundial.

Ryukyuan (琉球神道)

O Ryukyuan é um sistema de crenças indígenas do povo de Okinawa e as outras ilhas Ryukyu. Enquanto lendas e tradições específicas podem variar ligeiramente de um lugar para outro, a religião Ryukyuan é geralmente caracterizado pelo culto dos antepassados. Diferente do xintoísmo onde onde os homens são vistos como a personificação da pureza, existe um grupo de mulheres superiores provenientes da deusa Amamikyo.

Ainu é outro sistema de crenças indígenas do povo Ainu de Hokkaido e de partes do Extremo Oriente da Rússia. Eles acreditam que espíritos ou deuses vivem em tudo.

eisa

Judaísmo (Yudayakyō ユダヤ教)

No Japão existe aproximadamente 2.000 judeus. Com a abertura do Japão ao mundo exterior em 1853, alguns judeus migraram ao Japão. Por incrível que pareça, alguns judeus encontraram refugio durante a segunda guerra mundial no Japão.

Islam (Isuramukyō イスラム教)

Existe um bom número de muçulmanos no Japão. No Japão a maioria dos muçulmanos foram imigrantes, estima-se que 70 a 100 mil muçulmanos imigraram ao Japão.

Confucionismo (Jukyo 儒教)

O confucionismo é uma doutrina (ou sistema filosófico) criada pelo pensador chinês Confúcio. O confucionismo é considerado uma filosofia, ética social, ideologia política, tradição literária e um modo de vida.

Existem muitas outras religiões e grupos no Japão, mas por hoje vamos ficar apenas com isso. Se você tem algum dado a acrescentar, pode comentar abaixo. Agradeço aos comentários e compartilhamentos.

Foto de perfil de Kevin
Sou criador de conteúdo na internet, e web designer. Gosto muito do Japão e seu idioma, por causa de sua cultura rica e unica. Curto animes, doramas e jogos clássicos e desconhecidos.

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.