Cultura / Japão

Maioridade no Japão

Maioridade no Japão
Compartilhe nas redes sociais:


A maioridade (成年 – seinen) no Japão só é adquirida a partir dos 20 anos, nota-se uma diferença de 2 anos entre o Brasil e Japão, isso se deve ou se auto justifica pelo fato do jovem ter mais maturidade aos 20 anos, claro que isso vêm de culturas diferentes, mas percebe-se que esta diferença é bastante eficaz, talvez pela maturidade que se alcança em 2 anos.

No Japão, os jovens aprendem desde crianças coisas que são necessárias para uma vida inteira, então na adolescência o jovem somente reforça aquilo que aprendeu quando criança e quando adulto (成人 – seijin) continua aprendendo.

Maioridade em alguns casos

Bebidas alcoólicas: No Japão, bebidas alcoólicas só são autorizadas a partir dos 20 anos, mas não é lei que o jovem não possa beber, porém, não é permitido que estabelecimentos comerciais venda a bebida sabendo que a pessoa é de menor e sabendo que irá dividir com outros menores, então nestes casos quem paga multa é o local de venda onde se atribuiu a bebida.

Porém, em alguns casos, quando se completa 18 anos e vai para a faculdade, e o jovem participa de festas, tanto do curso ou do clube cultural e esportivo que escolheram, com o objetivo de comemorar seus ingressos por parte dos veteranos. E são nestas festas que o Kouhai tem a oportunidade de beber pela primeira vez fora de suas casas, isto por que os veteranos ou os Senpais, possuem o costume de desafiar os novatos a beberem, seja para ver quem bebe mais rápido ou para demonstrar respeito pelo pedido de seu veterano.

合コン Gōkon



O Japão tem uma tradição cultural de respeitar os mais velhos e veteranos, então os novatos acabam por ceder aos pedidos dos mais velhos, talvez seja algo inofensivo por parte dos veteranos, mas algumas vezes pode haver segundas intenções, então tenha sempre a certeza de que estará tudo bem.

Carteira de motorista: A idade mínima para se ter uma habilitação no Japão é de 18 anos completos, o jovem passa por todos os requisitos normais, como realizar as aulas, exames, aulas práticas e teóricas.

O exame é chamado de unten menkyosho (運転免許証), e após passar pelo exame é necessário respeitar as leis a risca, pois se você cometer infrações que alcance 15 pontos você já possui chances de perder a habilitação.

Após passar pelos exames, você recebe uma carteira provisória que se chama Karimenkyo (仮免許), para conseguir a carteira permanente é necessário fazer uma prova teórica de 100 questões, e uma última prova prática, os processos são chamados de Karimen, processo para se conseguir a carteira provisória, e Honmen, o processo final.

Voto em eleições: 

No Japão, o voto não é obrigatório, mas como sabemos muito bem, é de extrema importância o voto de uma população que seja formada e consciente de o que é uma sociedade. Mas o Japão possui pouco interesse e conhecimento sobre esses fatos, principalmente os mais jovens!

No Japão, é proibido fazer boca de urna e não possui os “santinhos” de eleição. A mídia também tende a mostrar somente resultados e concorrentes que sejam de níveis mais acentuados.

Por conta disso, o governo vêm notando uma grande baixas nos votos, em maior grau pelos jovens abaixo dos 30 anos, tendo menos de um terço desses jovens votando nas últimas eleições.

O governo resolveu abaixar a idade miníma de 20 anos para 18 anos, abrindo portas para mais jovens possuírem consciência do voto popular.

Festival da Maioridade

O festival ocorre na 2º segunda-feira de janeiro, os jovens que completam 20 anos comemoram a passagem para a vida adulta no “Dia da maioridade” (成人の日 – seijin no hi). Um feriado nacional criado pelo governo em 1948 para incentivar os jovens a assumirem as responsabilidade de adulto, como votar e etc. Nesse feriado acontece cerimônias em templos, passeios, recepções e é possível encontrar a maioria dos jovens usando kimonos.

Alguns detalhes sobre a maioridade

Em qualquer país, quando um adolescente se torna de maior, surge grandes responsabilidades, como arrumar um emprego, ir para a faculdade e entre outros, mas um dos grandes problemas do Japão são os hikikomoris, que têm força para até mesmo quebrar boa parte da economia do país.

Um dos problemas do Japão também é a baixa taxa de natalidade e um elevado número de suicídios por parte dos jovens, mas isto não faz com que o Japão deixe de ser um país cultural e influente pelo mundo todo.

Os jovens não tem a mesma mentalidade de alguns brasileiros, de pensar que quando estiver de maior poderá fazer o que quiser, de certa forma eles se livram de alguns pesos, mas o nível de perfeição exigida aumenta, então este tipo de pensamento não ocorre entre eles, pode ser pela perfeição exigida ou por ser um país onde todos tendem a ser caseiros.

Compartilhe nas redes sociais:
Foto de perfil de Leonardo de Paula
Sou um estudante, mas dedico boa parte do meu tempo no aprendizado de Japonês e ao Suki-Desu. O Japão é o meu lugar ideal, pela sua cultura e idioma. Eu também curto animes, mangás, jogos, entre outros.
  • Elias Batista De Andrade

    outro artigo nota 10.

  • Kitada Marcia

    Parece que vai passar a ser 18 anos ,para bebida alcoolica tbm.