Cultura

Imperadores Japoneses – Imperador Taishō

Imperadores Japoneses – Imperador Taishō

O Japão é um país monarca e consequentemente ele terá um Rei que o represente, no Japão, conhecidos como Imperadores.

O Japão já teve mais de centenas de imperadores, porém, alguns Reis estão separados por “Períodos”. Um dos Períodos e bastante comentado e citado é o “Período Edo”. A Era Moderna possui atualmente 4 Imperadores, sendo um deles o atual Imperador, o Imperador Akihito.

E dentre eles estão o Imperador Taishō. Representando o Período Taishō, onde caminhamos para a perda de poder do Imperador, crises seguidas de guerras e mudanças de pensamentos, deixando para trás o Japão Feudal.

Nome póstumo

Póstumo pode ser literalmente traduzido como “Após a morte”, sendo também um nome honorário que é dado aos imperadores, nobres e em exceções e em algumas culturas, este título também é dado a oficiais e outros.

No caso do Japão e se ligando aos Imperadores, o póstumo, é dado a ele segundo o nome de seu reino. Na cultura Japonesa também existe o kaimyo, que é uma prática budista com o mesmo objetivo, porém, é mais usado enquanto vivo.

Mas não se deve confundir o nome póstumo com o nome de era e de templo. O nome de era se refere aos anos em que um Imperador/Governador comandou um país, e o seu nome após o reinado costuma ser lembrado com o de era, mas sempre se remetendo ao póstumo.

Imperador Taishō – Yoshihito

Seu nome era Yoshihito (嘉仁).

O Imperador Taishō foi o quinto filho do Imperador Meiji, nascido em 31 de agosto de 1879. Tendo sua morte registrada em 25 de dezembro de 1925.

Ele nasceu no Palácio Aoyama, em Tokyo, filho de Meiji e da Dama de companhia Yanagiwara Naruko. Como prática e costume, ele foi dado como filho da Imperatriz Shōken. Seus irmãos morreram quando crianças, porém, ele seguiu vivo para cumprir seu papel como sucessor do trono, mas ele possuía alguns problemas de saúde também.

Yoshihito contraiu meningite três semanas após seu nascimento, deixando-o frágil em saúde, tanto física quanto mentalmente. Também houveram rumores de que ele foi vítima de envenenamento por Chumbo, supostamente a partir da maquiagem usada pela sua Ama-de-leite.

Yoshihito teve lições vindas pela mesma pessoa que ensinou seu pai, o Imperador Meiji. Os ensinamentos vinham diretamente por Nakayama Tadayasu, no Palácio de Aoyama. Ele possuía diversas aulas diárias, mas por conta de sua frágil saúde, esse processo vinha a ser mais lento, pois ele tinha desmaios e febres constantes.

Ele foi declarado Herdeiro somente em 31 de agosto de 1887. Enquanto príncipe herdeiro, ele era conhecido como Tōgu (東宮).

Diferente de seu pai, Yushihito casou-se antes de se tornar Imperador. Casou-se em 1900 com Kujō Sadako (futura Imperatriz Teimei), filha do Príncipe Kujō Michitaka, chefe dos cinco principais ramos do Clã Fujiwara.

A Esposa de Yushihito foi escolhida por Meiji. Tendo sido avaliada principalmente pela sua inteligência, boa disposição e dignidade – para complementar o Príncipe Yoshihito nas áreas em que era deficiente. O Palácio Imperial Akasaka, foi construído entre 1899 e 1909, feitos para o casal, baseados no estilo Rococó.

O Príncipe sucedeu o trono com 42 anos de idade. Ele viveu por 57 anos, tendo um reinado de 14 anos.

Reinado (1912-1926)

O Reinado Taishō foi marcado pela Primeira Guerra Mundial. Com o Japão inimigo da Alemanha, porém, não tendo tamanha interferência fora de seu território e da Ásia.

As forças ocidentais deram diversas oportunidades ao Japão, como a conquista de territórios germânicos e também com exigências feitas a China. O Japão exigia da China novas concessões territoriais em seu favor, com o cedimento por conta da China.

Quanto a economia, o Japão obteve grande êxito durante o período Taishō. Sem a interferência dos europeus, conseguiu monopolizar o mercado asiático, pois a Europa encontrava-se debilitada, devido ao desgaste provocado pela Guerra. Além de terem feitos grandes investimentos na indústria naval. Os produtos industrializados, antes fornecidos pela Alemanha, passaram a ser produzidos pelos próprios japoneses, como foi o caso dos produtos químicos, medicamentos, tintas e adubos. Além disso, os japoneses conquistaram o mercado asiático de fiação e tecelagem, que antes pertencia aos ingleses.

Porém, foi um crescimento temporário. A Europa retorna de sua crise, e o Japão conhece o reverso do sucesso capitalista. Os produtos Japoneses perdem espaço no mercado, com grande baixas nos preços. Tendo grande agravamento com o terremoto que ocorreu em 1923, em Tokyo.

Algumas curiosidades sobre o Período e Taishō

  • Em 1921, ele cedeu a regência a seu filho mais velho, Hirohito, por problemas de saúde.
  • Ele mostrava habilidades em algumas áreas, como Equitação. Porém, não demonstrava habilidades em áreas que requeriam intelecto superior. Mas ele fez grande investimento em línguas, tendo aulas de francês, Chinês e também História.
  • Por influência ocidental, ele costumava adicionar palavras estrangeiras em suas falas, o que causava grande irritação em seu pai, Meiji.
  • Ele e sua esposa tiveram 4 filhos, do qual, o quarto morreu em meio ao parto.
  • O Japão tinha a ambição de se tonar uma das maiores potencias mundiais. E em 1918, ele foi convidado a comparecer na Conferência de Paz em Versalhes, ao lado de grandes países.
  • Nesse período, também foram fundados e criados os grandes bancos Japoneses.
  • Também houveram grandes fundamentos nos ideais democráticos. Sendo assim, tendo uma mudança cultural, em que as mulheres ganham mais poder no país e a democracia sendo estabelecida, porém não durando muito.
  • O Imperador Taishō morreu por uma crise de pneumonia, em 1926.
  • Ele foi considerado o Imperador de Tokyo. Por ser o primeiro a morar e viver perto da capital uma vida inteira.
  • O corpo do Imperador Taishō se encontra nos arredores da Prefeitura de Tokyo.
  • O fim do Período foi marcado com a ascensão das idéias nacionalistas, com o respaldo dos militares.

Agora vamos considerar 1 coisa. 

Após o Período Meiji, e com a Primeira Guerra Mundial, o Imperador perde totalmente o seu poder de Governar. Desde muitos séculos existia essa política de que “a violência e operações militares de um país não dizem a respeito ao Imperador”. Mas isto foi algo instituído como Lei somente mais tarde, na metade do século XX. Porém, vemos que os Imperadores perdem gradualmente seus poderes após o Reinado e Restauração Meiji. Isso será falado mais a fundo em outro artigo.

Claro que isso é apenas um resumo do Imperador e do que aconteceu em sua era e depois. Esse é um assunto muito delicado e longo que pode exigir até um site inteiro estudando todo o assunto. Caso queira se aprofundar no assunto, prepare-se pra ler um grande livro ou muitas páginas de wiki.

Foto de perfil de Leonardo de Paula
Sou um estudante, mas dedico boa parte do meu tempo no aprendizado de Japonês e ao Suki-Desu. O Japão é o meu lugar ideal, pela sua cultura e idioma. Eu também curto animes, mangás, jogos, entre outros.

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.