Curiosidades / Japão / Outros

É verdade que os japoneses e chineses se odeiam?

É verdade que os japoneses e chineses se odeiam?
Compartilhe nas redes sociais:


Muitos acreditam que que os chineses e japoneses se odeiam, principalmente pelos acontecimentos terríveis durante a segunda guerra mundial e até mesmo outros eventos históricos que ocasionaram ódio. Não é difícil encontrar chineses que odeiam japoneses, assim como não é difícil encontrar ocidentais que odeiam orientais e vice e versa. Infelizmente o ódio ou racismo está preso em nosso mundo. Muitos acabam gerando ódio sem nenhum motivo valido ou devido a pressão social e da mídia.

Acho que a maioria das pessoas sabem que aconteceram diversas guerras e invasões do Japão em países como China e Coreia, e durante esses acontecimentos houveram estupros, mortes, torturas e outras atrocidades. Durante essas guerras os japoneses ignoravam todas as leis internacionais, sendo as vezes até mesmo piores que os alemães. O que mais gera essa rivalidade entre a China é o fato do Japão meio que esconder essas atrocidades de seus livros de historia, como se não tivesse se arrependido de seus atos. O Governo Chinês e Coreano também acabam aumentando esse ódio e tensão através de eventos políticos e shows que lembram tais acontecimentos nas Guerras.

Existem motivos para odiar os japoneses?

Dentre as nações da Ásia, a China é aquela que encara o Japão de forma menos favorável, seguido pela Coreia do Sul. O contrario aconteceu, o Japão é o país da Ásia que encara a China de forma menos favorável. Isso não atrapalha a relação entre os países, já que mais de 5 milhões de chineses viajam ao Japão todos os anos.

xenofobia, preconceito

Os japoneses fizeram muitas coisas ruins, então é compreensível entender que alguns parentes ou pessoas prejudicadas pela guerra tenham ódio pelos japoneses. A ignorância do ser humano já começa quando ele quer culpar uma nação inteira de pessoas inocentes por causa de algo que aconteceu a muitas décadas atrás por alguns monstros. E infelizmente eu vejo isso acontecer não apenas entre os asiáticos mas até mesmo ocidentais querem entrar nessa onda de racismo e ódio só porque acabam lendo uma noticia generalizada sobre matança de baleias ou golfinhos.

As pessoas que deixam gerar ódio costumam não ter opinião própria e ser controlados pela mídia. Felizmente a maioria da nação jovem hoje em dia não se importa com esses acontecimentos do passado e superaram o ódio entre si. Claro que sempre vai haver uma rivalidade entre raças, não importa os acontecimentos. A China incentiva e usa propagandas que levam seu povo a odiar o Japão. Isso não era pra acontecer porque a China incentiva o ódio ao sistema militar de extrema direita do Japão e não ao país em si. A China não proibi produtos japoneses nem cortam relações internacionais por causa de uma rixa no passado.

Os japoneses odeiam chineses e coreanos?

O ódio que alguns dos japoneses possuem por outras pessoas não costumam estar ligado a nacionalidade. Apenas velhos rabugentos costumam ser nacionalistas e tradicionalistas que acabam se excluindo ou resmungando contra estrangeiro sejam eles ocidentais, chineses ou coreanos. As vezes eu vejo até mesmo ocidentais reclamando de chineses no Japão então é sim comum japoneses acabarem reclamando de chineses em seu país. Tudo isso porque a cultura dos chineses e japoneses são bem diferentes, os chineses acabam possuindo alguns maus hábitos e costumes diferentes do Japão. Outro fator é que ainda alguns japoneses se sentem ameaçados pela China.

Apesar de muitas pesquisas afirmarem que tanto a China como o Japão acham que são más influencias, isso não impede a grande comunidade de chineses presente no país. O ódio não precisa transcender as gerações. Existem pessoas ignorantes e rancorosas em qualquer país. O ódio é visto, isso porque quanto mais ignorante a pessoa for, mas ela procura anunciar isso! A maioria das pessoas só desejam ser amigáveis e viverem em paz. Infelizmente é por causa da política, patriotismo e ganância que nosso mundo acaba se tornando uma grande desgraça.



Compartilhe nas redes sociais: