Cultura

Conheça a Cerimônia do chá

Conheça a Cerimônia do chá

A cerimônia do chá japonesa é uma atividade tradicional com influências do Taoísmo e Zen Budismo, na qual chá verde em pó pulverizado (matcha, 抹茶) é preparado cerimonialmente e servido aos convidados num ambiente de simplicidade e boa vontade, envolto de paz, respeito, harmonia e pureza.

A cerimonia do chá é conhecida pelo nome de chanoyu (茶の湯) que significa literalmente “água quente [para] chá”; também é conhecido como chadō ou sadō, 茶道, que significa “o caminho do chá”.

A degustação do matcha foi introduzido no final do século XII pelo monge Eisai. Nessa altura, o chá era uma bebida preciosa que era também usada para fins medicinais. O costume de beber matcha difundiu-se entre os sacerdotes dos Templos Budistas e as classes superiores. No século XVI, durante o período Momoyama, beber chá ficou popular entre outros grupos da sociedade japonesa.

Sen no Rikyu, considerado o mestre japonês da cerimônia do Japão, estabeleceu um conjunto de ensinamentos que persistem até aos nossos dias. Sen Rikyu definiu quatros princípios básicos: harmonia (Wa), respeito (Kei), pureza (Sei) e tranquilidade (Jyaku) e considerava que cada cerimônia era única e não podia ser reproduzida.

Requisitos

Realizar a cerimônia do chá de maneira correta é bastante difícil. O praticante de cerimônia do chá precisa ter conhecimento das artes tradicionais, arquitetura, jardinagem paisagística e artes florais. Incluindo o cultivo e variedades de chá, vestimentas japonesas (kimono), caligrafia, cerâmica, etiqueta e incensos — além dos procedimentos formais de seu estilo dechanoyu, que podem passar de uma centena. Assim, o estudo de cerimônia do chá praticamente nunca termina.

Mesmo para participar como convidado em uma cerimônia formal é preciso conhecer os gestos e frases pré-definidos, a maneira apropriada de portar-se na sala de chá, e como servir-se de chá e doces. As formalidades associadas a esta cerimônia revelam a complexidade das posturas a adotar na sociedade japonesa.

As cerimônias do chá podem assumir um carácter mais simples (chakai – “encontro para chá”) com doces típicos, chá suave (usucha) e um aperitivo (tenshin) ou um pode assumir um carácter mais formal (chaji – “assuntos do chá”) que pode durar até 4 horas e que também inclui uma refeição tradicional (Kaiseki) e um chá forte (Koicha).

A forma como se realiza a cerimônia do chá varia de acordo com a escola a que o anfitrião pertence, a ocasião e a estação do ano. Contudo, há semelhanças básicas:

Casa do chá – sukiya ou chashitsu

Sukiya (数奇屋 – casa do chá) conhecido também chashitsu (茶室 – sala do chá) geralmente é composto de uma sala de preparação (mizu-ya), uma sala de espera (yoritsuki) e um caminho ajardinado (roji). Esta casa localiza-se, geralmente, numa zona arborizada.

As características típicas de chashitsu são Shoji janelas e portas deslizantes feitas de estrutura de madeira coberta por um papel translúcido japonês, tatâmis, um tokonoma, e possui cores simples, é suave e estiloso. O tamanho ideal de um piso de chashitsu é de 4,5 tatames.

Utensílios

Os utensílios da cerimônia são chamados de dōgu (道具, literalmente “Ferramentas”). A quantidade de dōgu necessários a uma cerimônia varia em função da escola e do estilo da demonstração. A sua variedade, nomes específicos e combinações de utilização tornam impraticável pela sua extensão a inclusão neste espaço de uma lista pormenorizada. Existem no Japão dicionários específicos que chegam a ter centenas de páginas. Abaixo temos uma lista simplificada com os itens essenciais:

  • Fukusa (lenço de seda)
  • Chawan (taça)
  • Natsume ou Cha-ire (boião para o chá em pó)
  • Chasen (batedor para preparar o chá)
  • Chashaku (espátula para servir o chá em pó)
  • Chakin (pano para limpar a taça)
  • Hishaku (concha de bambu)
  • Kensui (recipiente para a água suja)
  • Tana (pequena estante para colocar os utensílios)
  • Kama (panela de ferro)
  • Furo (braseiro)

A cerimônia

A cerimônia dura cerca de 4 horas, homens e mulheres vestem roupas de cores discretas e todos os movimentos têm um significado (Exemplo: ao servir a primeira chávena de chá ao convidado o desenho da chávena deve estar voltado para si). Nas ocasiões mais formais, os homens vestem kimonos de seda com três ou cinco brasões de família e “tabi” brancas (meias tradicionais japonesas). Os convidados devem fazer-se acompanhar de leque dobrável e de uma almofada de “kaishi” (pequenos guardanapos de papel). Apesar das variações existentes na realização da cerimônia do chá, há um princípio comum: a simplicidade e a elegância dos gestos.

Para entendermos mais a cerimonia do chá, vamos deixar alguns vídeos abaixo para encerrar o artigo:

Fontes: Nihon e Wiki

Foto de perfil de Kevin
Sou criador de conteúdo na internet, e web designer. Gosto muito do Japão e seu idioma, por causa de sua cultura rica e unica. Curto animes, doramas e jogos clássicos e desconhecidos.

Senha perdida

Register

Bem vindo ao Suki Desu!

Olá aqui é o Kevin administrador do site e gostaria de convida-lo apenas uma vez a curtir nossa página do Facebook e convidar a conhecer o Japonês Expresso. Estamos sempre preparando conteúdo do Japão para você!

Conheça o novo curso de japonês expresso clicando aqui.