Cultura / Japão / Outros

Bushido – 武士道 – O caminho Samurai

bushido
Compartilhe nas redes sociais:


Bushido (武士道)  – ou bushi – é uma prática, de modo a ser um código de honra para os samurais. Bushido significa literalmente “caminho do guerreiro”. Ele era um manual não-escrito, que, para os samurais, significava dar ênfase à lealdade, fidelidade, auto sacrifício, justiça, modos refinados, humildade, espirito marcial, e, o mais importante, a honra acima de tudo, para uma morte e vida dignas.

O bushido foi desenvolvido entre os séculos IX e XII. Sua grande influência para com o Japão foi demonstrada através de escritos traduzidos a partir dos séculos XII e XVI. O desenvolvimento base se dá pela difusão de influências e conceitos Budistas, Xintoístas e Confucionistas. Ele surgiu da combinação destas doutrinas e religiões e do próprio feudalismo.

Outra particularidade do Bushido é em relação a existir um código de honra. Esse código possui 7 preceitos para se seguir e se tornar um samurai de honra e dignidade perante sua vida, e perante o senhor feudal ou de seu daimyo.

Através deste artigo, e de outros futuramente, veremos mais sobre a classe de elite de guerreiros do Japão, os Samurais. A fonte deste artigo é o Bushido Online, inspiração e até mesmo algumas frases foram retiradas de lá. Não se esqueçam de conferir o site deles. Então vamos lá!

Influências de doutrinas e religiões

O Budismo está ligado ao bushido por meio do destemor do perigo e da morte. Os samurais são bravos guerreiros que não temiam sua morte, pois acreditavam nos ensinamentos budistas, pelo qual pregava a vida após a morte. Assim sendo, viviam continuamente no anseio e “fé” de continuarem em seu encargo como guerreiro em suas contínuas reencarnações. Aprender e estimular o desapego era a base de um samurai, pois, com a prática do mesmo, eles se tornaram a maior casta guerreira que já existiu.

Samurai - artes marciais

O Xintoísmo também adentra os preceitos do Bushido. O Xintoísmo traz consigo os preceitos de lealdade, patriotismo e a reverência a seus antepassados. O Xintoísmo apresenta grande importância com o seu país, Japão. Esse patriotismo que os leva a lealdade para com a memória de seus ancestrais, os samurais empenhavam a mesma lealdade ao imperador e ao seu senhor feudal ou daimyo. Eles também acreditam que a Terra não existe apenas para suprir as necessidades das pessoas. “É a residência sagrada dos deuses, dos espíritos de seus antepassados… A Terra deve ser cuidada, protegida e alimentada por um patriotismo intenso”.

O confucionismo está mais ligado a crença em relação aos seres humanos e de suas famílias. O bushido prega a justiça, benevolência, amor, sinceridade, honestidade e autocontrole. E estas pregações são relações “íntimas” oferecidas pelo confucionismo por ressaltar deveres filiais entre relações servo e mestre, pai e filho, marido e mulher e diversas outras distinções. Com a definição de que a Justiça é um dos principais fatores no código dos samurais, assim como o amor e a benevolência como virtude dos samurais.

O Caminho

Bushido significa “Caminho do Guerreiro”, “Bushi” igual a Guerreiro e “do” igual a Caminho. Seguindo o mesmo sentido, o ideograma para caminho, em japonês, é igualitário a forma chinesa “Tao”, exprimindo conceito filosófico para um absoluto. Esse conceito dá a ideia de origem, princípio e essência de todas as coisas.

“O bushido, significa a vida total do guerreiro, sua devoção a espada, seu respeito às normas ditadas pelo Confucionismo. Não é apenas um sistema de ética a ser seguido pelas classes sociais. É a estrada do cosmo, os vestígios sagrados dos Céus, apontando o Caminho”. – O Livro Dos Cinco Anéis.

No geral, guerreiro é aquele que busca seu próprio caminho. Todos somos guerreiros, muitos de nós estamos buscando o caminho sem saber disso. Ser um guerreiro é possuir um objetivo e que, por meio deste, seja possível descobrir seus dons e limitações. Através dessa consciência, o guerreiro atinge sua meta, combinada com a vontade de vencer fraquezas, temores e limitações. Cada pessoa trilha seu próprio caminho. E todos fazemos isso conscientes de nossa inclinação, sendo assim, guerreiro é aquele que segue seu caminho específico.

Significado do termo

O termo bushi não pode ser dirigido a qualquer um. É diferente, pois o bushi em seus estudos e práticas baseia-se em superar os homens. Os samurais são diferentes por sua fidelidade e honra, não ser honrado em sua vida é o maior pesar de um guerreiro samurai. “A palavra do guerreiro vale mais do que tudo”.

“Quando o guerreiro assume uma responsabilidade, mantém sua palavra. Os que prometem e não cumprem, perde respeito próprio, tem vergonha de seus atos e sua vida consiste em fugir, gastam mais energia dando desculpas para desonrar sua palavra, do que o guerreiro usa para manter seu compromisso. Ás vezes, o guerreiro assume uma responsabilidade que resultará em prejuízo. Não torna a repetir esta atitude, mas honra o que disse e paga o preço de sua impulsividade. – Manual Do Guerreiro Da Luz.

Práticas do Bushido

O bushi não é apenas o caminho do “guerreiro” e da guerra, o bushi é, também, o caminho da pena e da espada, conceito vindo do antigo Japão feudal. Manter uma mente sempre aberta era dever da nobreza (bushi), para que dominasse tanto a arte da guerra quanto da leitura, devendo apreciar ambas as artes. Sendo assim, deve-se aprender o caminho de todas as profissões, se informar sobre todos os assuntos, apreciar artes e quando não estiver ocupado em obrigações militares, deverá sempre praticar algo, leitura ou escrita, para que possa armazenar em sua mente a história antiga e o conhecimento geral.

Os samurais precisavam possuir autocontrole, desapego e austeridade para, assim, manter sua honra, e que, em função disso, possamos dizer que eles, os samurais, são guerreiros completos. E o bushido – seu código de honra – acrescenta, ainda nos tempos de hoje, fortes influências no estilo de vida do povo japonês, oferecendo uma explicação de caráter, como também a indomável força interior deles, os Japoneses.

Era seguido o comportamento correto a todo momento para apresentar, de fato, uma postura digna de um samurai, sem desviar-se do seu – verdadeiro – caminho, o bushido. A etiqueta deve ser seguida, todos os dias da vida cotidiana, assim como na guerra pelos samurais. Sinceridade e honestidade são as virtudes que avaliam suas vidas. Transcender um pacto de fidelidade completa e confiança está ligado à dignidade.

Honra e dignidade

“Um samurai deve, antes de tudo, ter sempre em mente, dia e noite, desde a manhã de ano novo, quando pega os palitos para tomar café, até a noite do último dia do ano, quando paga suas faturas, o fato de que um dia irá morrer. Essa é a sua principal tarefa.” – Bushido O Código Do Samurai – Daidoji Yuzan.

Ser um guerreiro é possuir consciência da morte. Se ele possuir tal consciência, evitará conflitos, estará livre de doenças, além de ter uma personalidade de qualidade e diferenciada dos demais seres humanos. O guerreiro não se preocupa com o amanhã, e isso significa o acréscimo de caráter e de total sinceridade e consideração a outras pessoas, sendo profundamente sinceros.

Morrer por discussões desnecessárias poderia resultar em sua desonra e, talvez, afligiria a reputação e nome de sua família. Se a ideia de morte é mantida, será cuidadoso e suscetível de ser discreto e não dirá coisas que ofendam às outras pessoas. Além disso, não irão cometer excessos doentios com comida, bebida e sexo, usando de moderação, bom senso e privação em tudo, para uma boa saúde física e mental.

Miyamoto Musashi disse uma vez: – Os homens devem moldar seu caminho. A partir do momento em que você ver o caminho em tudo o que fizer, você se tornará o caminho.

Código de honra

A classe guerreira do Japão feudal conhecida como samurai, ou bushi, conseguiu fama por sua bravura, técnicas marciais, honra e por seu espírito inabalável diante da morte. Essa reputação se deve à um código de ética e conduta, seguido e vivido pelos guerreiros, conhecido como bushido.

Preceitos do Bushido:

GI – Justiça e Moralidade
Atitude direta, razão correta, decidir sem hesitar;

YU – Coragem
Bravura heroica;

JIN – Compaixão
Benevolência, simpatia, amor incondicional para com a humanidade;

REI – Polidez e Cortesia
Amabilidade;

MAKOTO – Sinceridade
Veracidade total, nunca mentir;

MEIYO – Honra
Glória;

CHUGO – Dever e Lealdade
Devoção, Lealdade.

Para um samurai, honrar o nome de sua família e ancestrais é dito através da morte em uma batalha ou duelo, porém, não necessariamente. E falhar, diante seu senhor, era a maior desonra para o guerreiro, que por fim, não tinha outra escolha, senão o suicídio, ou seppuku como conhecido. Isso só é possível pelos padrões que regem o guerreiro samurai por meio do bushido.

Existem livros enormes explicando todos os detalhes sobre o bushido. Fica impossível abordar todo o tema em apenas um artigo. Vamos encerrar o artigo por aqui e agradecemos vocês pela leitura e possível compartilhamento.



Compartilhe nas redes sociais:
  • Marcio Roberto

    Sempre há mesmo mais do que aparenta. Geralmente as pessoas tem uma visão bem rasa sobre os samurais, mas realmente eles são mesmo um caso à parte digamos assim, com tanta coisa interessante pra ver bem como todo o resto da cultura japonesa pra ser franco.