Cultura / Japão / Jogos / Otaku

Baku Youkai? Quem é esse pokémon?!

Baku Youkai? Quem é esse pokémon?!
Compartilhe nas redes sociais:


Você já percebeu as semelhanças que existem entre os pokémon Drowzee, Munna e Musharna? Para os brasileiros isso pode não ser óbvio, mas existe um motivo para que esses três pokémon sejam parecidos com o tapir (um animal parente da anta e que vive na Ásia) e tenham poderes psíquicos relacionados ao sono e aos sonhos!

De onde veio a inspiração para criar esses três pokémon? De um youkai chamado “Baku” (獏), um monstro com corpo de tapir capaz de devorar os sonhos das pessoas! Mas como foi que o tapir ganhou esse poder fantástico? O tapir vive no sudeste asiático (em países como Indonésia, Tailândia, Vietnã, Malásia e outros). Os japoneses só ficaram sabendo sobre o tapir em 834. Informações chegaram através de uma antologia poética de Bai Juyi (772-846), um poeta da dinastia chinesa Tang (618-907).

Como surgiu o Youkai Baku?

Antigamente, em épocas sem internet, fotografias e viagens de avião, o conhecimento sobre animais e lugares distantes demorava para atingir outros países e, quando isso acontecia, era normal esse conhecimento estar envolto em lendas e mistérios. Os europeus por muito tempo acreditaram no unicórnio e se espantaram quando viram o elefante ou o rinoceronte. por exemplo, animais muito diferentes daqueles que eles conheciam.

Isso também aconteceu no Japão. Isolados geograficamente no arquipélago japonês, os habitantes do país recebiam histórias de animais e plantas de lugares distantes, mas como “quem conta um conto aumenta um ponto”, os japoneses acabavam com lendas fantásticas dos países do além-mar. O “Kirin” (um monstro japonês que está entre a girafa e o unicórnio) e o Baku são exemplos desse processo.

Baku



De um simples tapir, o Baku se tornou um animal fantástico que devoraria sonhos. Hoje a palavra japonesa “Baku” se refere tanto ao animal da lenda quanto ao animal real. Mas o que faz o Baku da lenda?

Segundo Lafcadio Hearn, um escritor de língua inglesa que morou no Japão durante o período Meiji, o Baku pode ser chamado por quem acordar no meio da noite por causa de um pesadelo, pois ele devora o sonho ruim. No entanto, invocar o Baku deve ser algo feito com muita cautela porque o animal é faminto e pode devorar os sonhos e esperanças de quem o chamou. Por seu poder de devorar os pesadelos, eram comuns os talismãs e objetos, como travesseiros, com figuras do Baku.

Sabendo de tudo isso fica mais fácil perceber que a aparência e os poderes do Drowzee, do Munna e do Musharna, todos pokémon que se parecem com o tapir e têm poderes sobre o sono, são inspirados no Youkai Baku!

Referencias em obras japonesas

Além dos pokemon Drowzee, Munna e Musharna, o Baku acaba fazendo outras aparições:

  • O Pokemon Hypno;
  • O digimon Tapirmon, de Digimon Frontier;
  • Em Naruto Shippuuden o personagem Danzou Invoca um;
  • Em Kamen Rider Black os Gorgom usam um monstro;
  • Doremy Sweet de Touhou é Baku que pode comer e criar sonhos;

Para mais pokemon baseados em Youkai recomendamos o vídeo de nosso amigo abaixo:

Compartilhe nas redes sociais:
Foto de perfil de Kevin
Obrigado por ler nosso artigo, agradeço aos comentários e compartilhamentos. Sou o administrador deste site e quero tornar esse o maior portal de cultura japonesa do Brasil. Agradeço a colaboração!